ALEGRIA!!! ...ALEGRIA???

Palhaço triste: alegria circunstancial

Enquanto estás lendo este texto, tem pessoas curando sua ressaca da noite anterior, preparando-se para a festa desta noite. Sabe como chamam isso? Chamam: "aproveitar bem a vida".
Liguei a TV nestes dias, e o que mais ouvi foi o termo "extravasar".
"Estravasar", para quem não sabe, é expor e desabafar desejos e sentimentos reprimidos que, por estarem recalcados, incomodam.
Muitas festas populares, como o caranaval, têm o apelo de serem canais de extravasão: as pessoas se estressam, se magoam, se frustram, se irritam, se entristecem, se ferem, se iram o ano todo e deixam tudinho guardado dentro da alma. Daí, surge uma festa popular, e extravasam!
Oh, coisa boa! Isso é aproveitar a vida, né?
Daí, pulam até a exaustão, enxem a cara de entorpecentes, colocam música altíssima, correm atrás de sexo casual e, ao final da noite, estão tão mal que nem se lembram do que fizeram!
Oh, vida boa essa!
Sim! O melhor mesmo é agitar bastante e nem deixar tempo prá pensar, porque no segundo de silêncio que houver, a angústia toma conta mesmo!
Claro! Porque por mais diversão que haja nestas festas, não solucionam problemas nenhum!
Podem até extravasar, mas na "quarta-feira de cinzas" a angústia está toda ali, num sorriso amargo, esperando para abraçar a alma desse "folião"! E por mais que coloque cinzas na cabeça e participe da liturgia de sua igreja, a culpa, a angústia, o estresse, a mágoa... Tá tudo ali!
Chamamos isso de "alegria eventual" ou "alegria circunstancial". É o tipo de alegria que depende de fatores externos para ser desencadeada e, cessado estes fatores, a alegria acaba!
Acaba! Me perdoe, mas acaba!
Alguns vão tentar tomar mais uma dose, prá ver se mantém a alegria... Mas ela vai acabar, sim! Perdoa-me a franqueza!
Uns, vão correr atrás de uma "transa" a mais... Perda de tempo, amigo! Acaba!
Alegria circunstancial acaba!
Mas eu conheço - e já experimentei pessoalmente - uma alegria que não acaba!
Uma alegria que, não importa as circunstâncias externas, mantém-se, dando ânimo e renovo permanente!
Sobre esta alegria, a Palavra do Senhor recomenda:


"Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos!" (Filipenses 4.4)

Que alegria é esta? Como assim, "alegrar-se em Deus"?
Amado leitor, Deus é a Fonte!
A Fonte de quê? De tudo!
Deus é Adhonai (Todo-Poderoso), Jeovah Elohim (O Senhor Tudo Controla), Criador dos Céus e da terra! Ele criou tudo que há, e tem controle sobre tudo que existe... E Ele também criou a alegria!
Mas não uma "alegria circunstancial", mas uma alegria perene, consistente e - o melhor! - incondicional!

"Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; Todavia eu me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus da minha salvação." Habacuque 3.17-18

È possível isso? Em um cenário de dificuldades e abandono, ainda assim sentir alegria?
Sim! É possível!
A alegria espiritual, dada por Deus, não depende de circunstâncias físicas favoráveis, mas mantêm-se numa espécie de salvaguarda de uma felicidade alcançada pela segurança de salvação!
Sim, a alegria de sermos salvos em Cristo Jesus nos mantém alegres tanto em luta, quanto em bênção!
Porque pela Salvação, prá começar, temos comunhão com Deus - a Fonte - e o próprio Senhor nos refrigera!

"Eis que Deus é a minha salvação; nele confiarei, e não temerei, porque o SENHOR DEUS é a minha força e o meu cântico, e se tornou a minha salvação. E vós com alegria tirareis águas das fontes da salvação." Isaías 12.2-3

Porque é tão difícil sentirmos, simplesmente, essa alegria incondicional?
Porque, em primeiro lugar, temos nos conformado com os padrões do mundo! (Romanos 12.2) Enquanto estivermos em direção ao mundo, estaremos nos opondo a alcançar Deus! Não se pode ir em direção a um Destino tomando o caminho contrário... Para buscar a Deus temos que ir na "contra-mão" do mundo!
E, em segundo lugar, porque temos motivações erradas. Perdemos o foco de nossa salvação e nos concentramos nas bênçãos que o Senhor pode nos dar.
Claro que as alegrias dessa terra foram criadas por Deus para que desfrutemos - desde que sob o propósito de Deus! (Isaías 1.19). No entanto, as pessoas tem dado atenção demais à bênção, e pouca atenção ao Abençoador!
E não me refiro a apenas bênçãos materiais, ou relacionamentos afetivos abençoados... Mas me refiro também a bênçãos ministeriais!
Todo dom ministerial - poder de Deus - tem função de servir á Igreja - aos OUTROS, portanto. Não à si mesmo. Quando queremos suprir alguma necessidade própria (seja material ou emocional) com os dons que Deus nos deu, sairemos do propósito e perderemos a alegria.
O Senhor Jesus nos alertou sobre isso:

"Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus." Lucas 10.20

Vou poupar palavras e declarar abertamente: a verdadeira alegria e de termos comunhão com Deus! Esta alegria supera qualquer alegria circunstancial que o mundo possa nos oferecer!
Lembremos que o primeiro fruto do Espírito Santo citado em Gálatas 5.22 é a alegria! Fica evidenciado - como em diversos trechos da Palavra - que nossa comunhão com Deus nos torna pessoas alegres!
Só que, para viver esta alegria, de fato, precisamos estar em comunhão com a Fonte de toda bênção, o Deus Altíssimo!
Esta comunhão com Deus requer, primordialmente, um coração quebrantado e contrito, arrependido de suas faltas e humilde para pedir o perdão de Deus!
Geralmente, temos uma espécie de "escala" de pecados, que vai desde o "pecadinho sem importância" ao "pecado gravíssimo"... Mas por mais que os pecados, na terra, tenham conseqüências diferenciadas, esta "escala" não existe para Deus! Sabe por quê? Porque Deus é Santo, Santo, Santo e para Ele, o que é, para nós, o menor pecado é abominável! Ele é infinitamente Santo, e nenhum pecado pode tocá-lo!
Mas pelo Sangue de Jesus derramado sobre nossas vidas, nossos pecados são apagados e tornamos a ter a alegria da salvação!
Se por uma lado a alegria da Salavação pode ser perdida, devido nossas iniqüidades, pode ser resgatada, pelo nosso arrependimento genuíno e pedido de perdão sincero:

"Purifica-me com hissope, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve. Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste. Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário." Salmo 51.7-12

Leste a Palavra. Leste também a interpretação dela.
Não percas, então, teu tempo correndo atrás de alegrias efêras!
Reconcilia-te neste momento com o Senhor, e recebas aí onde estás a verdadeira e genuína unção de alegria!
Que o Senhor te unja com óleo de alegria neste momento, em Nome de Jesus!
Até o próximo domingo!
Forte abraço!

0 Comentários em "ALEGRIA!!! ...ALEGRIA???"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10