Um Escorpião no Meu Caminho

Escorpião semelhante ao avistado no meu pátio...



A Paz do Senhor, meus amados!
Ano novo se aproxima... Tantas mudanças à vista!
Estava conversando com o Eliézer, e fiquei muito feliz com as alterações no nosso blog: textos de referência sugeridos no final de cada artigo; tradução da página para vários idiomas... Novidade abençoada! Aliás, aproveito para saudar meus amados irmãos leitores de outras nações que têm nos abençoado com sua presença neste blog: Deus os abençoe, em Nome de Jesus!
Quando ouvi pela primeira vez que em Cristo tudo se faz novo (2ª Coríntios 5.17), eu nem poderia imaginar que haveria tanta novidade a cada dia na minha vida...! È difícil até definir um "status", porque a cada dia as coisas mudam maravilhosamente para mim, com a Graça de Deus!
E mesmo nas angústias, e mesmo nas aflições... Deus tem me animado e me dado vitória (João 16.33), fiel que é o Senhor à Sua Palavra (Jeremias 1.12)!
E tenho aprendido que tudo concorre em favor daqueles que amam a Deus (Romanos 8.38), de maneira que mesmo as aparentes frustrações abrem caminhos para bênçãos maiores!
Até há algumas semanas, eu era diretor do Centro de Recuperação Leão de Judá - Unidade para Adolescentes.Devido a diversos remanejos em todo o ministério Leão de Judá (www.leaodejuda-rs.org.br), fui retirado do CRLJ-A e voltei para a Base Missionária, de onde estarei participando de viagens evangelísticas com o grupo de teatro, o grupo de louvor e como pregador...! Quanta mudança!
Mas até então, eu estava no CRLJ-A, e toda noite nosso coordenador chegava de moto. Numa dessas últimas noites lá, fui abrir o portão para que o coordenador pudesse passar.
Olhei para o chão, iluminado pela moto e - surpreendentemente - havia um escorpião caminhando sobre a calçada,no exato local onde eu estava passando!
Me intrigou muito e chamei a atenção do coordenador, que também ficou muito surpreso... Afinal, nunca havia surgido nenhum escorpião em nenhum lugar este ano...!
O pequeno - e perigoso - animal caminhou em minha direção e parou há poucos centímetros do meu pé. Levantei o pé e o animalzinho continuava parado, como que esperando sua execução...E foi o que aconteceu: pisei no escorpião, matando-o.
Nesse momento, me veio instantaneamente uma passagem bíblica que recitei em voz alta. Eu disse:
- Cumpriu-se, hoje, o versículo que diz:

"Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. " (Lucas 10.19)

O evento poderia terminar por isso mesmo, mas não para mim! Perdoem-me se parecer místico demais, mas eu creio que Deus sempre tem algo a nos ensinar com tudo o que nos acontece! Assim como o Senhor usava situações prosaicas para dar revelações ao profeta Jeremias, eu creio que Ele continua ainda hoje, em nosso dia-a-dia, ensinando-nos!
O episódio com o escorpião não me saía da cabeça, e em meu espírito, orava pedindo que Deus me ensinasse algo com isso... Mas tudo o que eu conseguia pensar era em Lucas 10.19, sobre o poder de pisar no mal... Mas alguma coisa ainda não estava completa!
Ao deitar-me, orei ao Senhor e apresentei minha angústia:
- Meu Senhor e meu Deus, eu sei que Tu falas através dos eventos! Tu fazias isso com Jeremias, e não fazes acepção de pessoas, de modo que creio que Tu também falas comigo! Em Nome de Jesus, Pai, o que eu ainda não entendi desse episódio com o escorpião?
A respostaem meu coração voltava ao versículo de Lucas... Então, eu implorei:
- Me perdoa, Senhor, pois eu não estou te entendendo! Me perdoa por minha falta de discernimento... Mas me diga: o que mais me falta entender?
E me veio, subitamente, quase de susto, um versículo bem inesperado:

"Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas." (Mateus 10.16)

Entendi que Deus queria me mostrar que Ele até pode iluminar os escorpiões que cruzarem meu caminho, mas que é responsabilidade minha pisar neles!
Lembrando que nossa luta não é contra pessoas, mas contra o inimigo de nossas almas (Efésios 6.12), devemos ser astutos e prudentes para perceber as artimanhas do inimigo, e desbaratá-las!
Ao nosso redor, existem muitas situações que são como escorpiões cruzando nosso caminho!
As vezes, a situação é tão surpreendente que nos tira até a ação: ficamos pasmos, assustados e apáticos diante de certas crises que enfrentamos...
Deus nos deu poder para reagir e para resolver estas crises! Mas se o poder está em nós - outorgado por Ele - cabe a nós, não a Ele, resolver as situações!
É claro que Deus opera com Sua Graça em nosso favor... Mas isso não nos exime da responsabilidade de usar as armas que Ele nos deu!
Ser puro como pomba e astuto como serpente quer dizer: ser capaz de manter a santidade, mas não ser enganado e reagir contra o mal!
Isso é discernimento: ser capaz de perceber as intenções e conseqüências de um evento que se inicia, e julgar corretamente se deve continuar ou não!
Discernimento é saber que somos como ovelhas entre lobos, e por isso mesmo devemos não apenas orar, mas vigiar!
Em tudo que intentamos realizar, precisamos antes pedir a direção de Deus, para que possamos ter sabedoria para avaliar a relação custo/benefício, e em quem podemos confiar e com quem não podemos contar!

"Ou qual é o rei que, indo à guerra a pelejar contra outro rei, não se assenta primeiro a tomar conselho sobre se com dez mil pode sair ao encontro do que vem contra ele com vinte mil? De outra maneira, estando o outro ainda longe, manda embaixadores, e pede condições de paz." (Lucas 14.31-32)

Eu gosto muito do Salmo 1! Ele tem ensinamentos que valem para diversas situações... Mas quero chamar a atenção para um termo usado: "ímpio". Veja:

"BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite." (Salmo 1.1-2)

Etimologicamente, a palavra "ímpio" está relacionada com "impiedade", que quer dizer "falta de piedade". Infelizmente, tenho encontrado "impios" - ou impiedosos - dentro de nossas igrejas! São crentes, são irmãos de igrejas... Mas não possuem misericórdia nem piedade em seus corações!
Isso é muito triste! Podem ter dons, ministérios... Mas faltam frutos como: amor, benignidade, bondade, longanimidade...! São ímpios! Que coisa triste!
E muitas vezes, por serem de nossa igreja - ou nossos amigos, ou familiares - recorremos aos conselhos de tais pessoas!
A Palavra de Deus ensina que os que fazem isso não serão felizes em seus intentos! Tanto quanto aqueles que ficam com escarnecedores ou imitam o jeito de ser dos pecadores...
Discernimento é, também, saber identificar lobos que estão em pele de ovelha!

"Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. (Mateus 7 : 15)"

Tem um conto oriental em que um escorpião estava se afogando e pede ajuda a um sapo. O sapo salva o escorpião colocando-o em suas costas e começa a atravessar o lago, quando o escorpião o ferroa. O sapo diz: "Por quê fizeste isso? Agora nós dois vamos morrer!" E o escorpião responde: "Sinto muito, mas é minha natureza!"

Precisamos ter cautela e discernimento para que não sejamos prejudicados pela "natureza" do inimigo, que é de: roubar, matar e destruir! (João 10.10)
Cautela... Astúcia... Prudência... Vigilância... Discernimento...!
Palavras que as Sagradas Escrituras usam para nos alertar que devemos exercer o poder que Ele nos concedeu para pisar em serpentes e escorpiões!
Mas lembrando:
Os escorpiões não são as pessoas, mas sim as situações manipuladas pelo inimigo!
Para resistir as dificuldades - aos escorpiões - que surgem em nossa caminhada, devemos nos fortalescer desde já com as armas que o Senhor nos dá:

"Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos." (Efésios 6.11-18)

Que o Senhor, nosso Deus, conceda-nos discernimento para reconhecer os escorpiões e ousadia para pisá-los, conservando em nós a pureza dos frutos do Espírito!
Que o Amor de Deus Pai, a Paz de Jesus Cristo e a Unção do Espírito Santo seja com todos!
Uma semana repleta de vitórias, bênçãos - e prudência! - em Nome de Jesus!
Abração!

2 Responses to "Um Escorpião no Meu Caminho"

  1. Muito boa a sua reflexão, Danielson!Temos mesmo que vigiar e colocar o joelho no pó para que estejamos livres das artimanhas do inimigo!Deus te abençoe e continue te usando grandemente!

    ResponderExcluir
  2. Por isso tú é perseguido meu irmão.
    Por causa de Palavras como essa!
    (sabe pq e do que estou falando)

    Abr,

    DionyMacfly

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10