Para início de conversa...

Olá, como condiz à etiqueta, comecemos pelas apresentações, correto? Chamo-me Camila, sou estudante de Pedagogia e faço parte da Igreja Metodista Central de Campina Grande - PB.
Devidamente apresentados, gostaria de dizer que será um prazer poder compartilhar um pouquinho dos meus pensamentos com vocês - espero que seja um sentimento recíproco.
Para estrearmos nossa coluna, gostaria de dividir uma experiência simples e tocante que pude vivenciar.
Essa semana observei um gesto de amor dos mais lindos que já vira, trata-se de um pai e uma filha. A menina, linda por sinal, é portadora de necessidades especiais e o pai o ser mais apaixonado pela criança que pode existir – abaixo do Pai divino, é claro. O que mais me chamou atenção nessa relação é que mesmo com a filha não conseguindo expressar-se verbalmente, o entendimento entre os dois era evidente, e o fato dela não estar inserida nos padrões de “normalidade” imposto pelo mundo não diminuia o amor e o valor que aquela criança aparentava ter para o senhor de personalidade agradável e olhar amável.
Mediante a todo esse quadro, pude refletir que o amor do Senhor para com as nossas vidas ocorre da mesma maneira – resguardando as devidas proporções, obviamente. Por mais que não estejamos nos padrões estereotipados pelos outros, ou até mesmo que erremos, Ele continua com o olhar doce e atento a nós, ainda que não consigamos expressar em palavras o que sentimos - havendo sinceridade em nosso coração - Ele nos compreenderá: “Os sacrifícios a Deus são o espírito quebrantado, Ao coração quebrantado e contrito, ó Deus, tu não o desprezarás” Salmos 51:17.
Apesar de tudo o que fazemos que possa magoar ao Senhor, Ele é capaz de nos perdoar e amar porque não nos tem como criaturas suas, mas filhos amados – e muito amados - por um amor incondicional que transcende à tudo já existente. Reflitamos um pouquinho como está nossa relação com o Pai e corrijamos aquilo que possa atrapalhar-nos.
Bom, por hoje é só, espero que vocês tenham gostado! Deus nos abençoe e nos dê um final de semana repleto do Seu amor e cuidado paternal.

1 Response to "Para início de conversa..."

  1. Querida irmã: que bênção teu texto de abertura de tua coluna! Que Deus continue te capacitando e usando cada vez mais e melhor! Deus te abençoe! Abração!

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10