Missões

Missões

por: Ana Eliza Oliveira


Minha galerinha!! A Paz do Senhor esteja com todos vocês!!
Em breve voltarei a divulgar aqui no blog perfis de países que tem pouca abertura para evangelização. Mas este mês resolvi dar uma mudada... Pra ver como seria melhor. Hoje trataremos sobre como preparar um missionário pra trabalhar em área de risco. Muito interessante, vale a pena ler, nem que seja só para saber como se trata os missionários antes de enviá-los à lugares mais remotos. Vou publicar em partes... A primeira de 3 segue-se. O texto é de Barbara Helen Burns.
Pegue sua Bíblia, caneta e papel e vamos lá!



Preparando Missionários para Campos de Risco - Parte I




De acordo com David Barrett, especialista em estatísticas do Cristianismo mundial, nos últimos 30 anos o Cristianismo cresceu com velocidade tal que o mundo inteiro está rapidamente chegando ao ponto de ser evangelizado. O número de testemunos cresceu de 300 mil a 760mil entre 1970e 1997, horas evangelismo subiu de 99 bi a 432 bi, o número dos não evangelizados caiu de 37,6% em 1970 para menos que 19% em 1997, fazendo com que 80% do mundoseja evangelizado! E estamos perto de alcançar o resto não evangelizado!



MAS, realmente 80% do mundo já é alcançado? Vamos olhar para um pais exemplar — Kabuli, um dos maiores sucessos de missões na história, com 80% cristão. Evangélicos e pentecostais compõem 25% da população. Tem havido avivamentos grandes. Não é preciso mandar mais nenhum missionáro para lá.


POREM — Kabuli é outro nome para RUANDA! Um africano especialista diz que Ruanda é um exemplo de um pais com a igreja evangélica que tem 30 km. de extensão e um centímetro de profundidade! As igrejas evangélicas cresceram ao ponto de ter estatus e poder político no pais. Mas, onde está o senhorio de Jesus Cristo?? Porque a tanta tragédia, tortura e matança? Muitos estão perguntando: Como poderia ter acontecido tal massacre num pais assim? Chegaram a concluir que era por duas razões principais:


1. Cristianismo era apenas um verniz, uma cobertura superficial em cima de um estilo de vida secular em que os antigos valores eram em quase nada mudados.


2. A igreja tinha uma liderança hierarquica, dominadora, sem discipulado dos crentes como verdadeiros sacerdotes. Era uma liderança elitista.


Na opinião de Engel esta situação reflete a realidade na maior parte do mundo: materialismo, corrupção política, inclusive entre evangélicos, poucos ricos ficando cada vez mais ricos, destituição de pobres, cidades perigosas, moralidade que proxima a de Sodomo e Gomorra. Ele pergunta: Porque com tantos crentes tudo está piorando? Porque fica em silêncio a igreja frente este disastre que está acontecendo?


Em Ruanda a superficialidade cristã levou os líderes e crentes optar pela luta racial em vez de ser fiel ao Senhor. COMO FAZER? Como fazer para preparar e enviar missionários criados num ambiente semelhante, que vão ser e fazer discípulos perseverantes em situações terríveis, como Ruando?


Há algumas reflexões sobre isto, na luz de tudo que temos ouvido estes dias.


Nós não podemos prepara ou treinar ninguém!


A. Preparo depende do aluno, se ele quer aprender, ou sabe aprender. Isto implica:


1. Na seleção dos alunos


2. Na sensibilidade do professor em conhecer as capacidades de cada aluno e tentar começar o preparo a partir do seu nível.


B. Preparo depende de Deus—é Ele que prepara. Ele põe pessoas, experiências, tira, põe outras. Podemos fazer parte do currículo de Deus na vida de uma pessoa, mas reconhecendo que a final de contas é Ele que trabalha com Seus servos em fazê-los aptos para o trabalho específico que tem para cada um.


O preparo nunca pára, e nunca chegamos a sermos “preparados”. Sempre estamos no processo de aprendizado, professor e aluno (todos somos “alunos”). Temos que ter, e desenvolver nos alunos, atitudes de aprendiz — de como aprender, do gosto de aprender, do desejo de continuar aprendendo. Colossenses 1:9-12 mostra o cíclo de aprendizado e crescimento no conhecer e obedecer.


Assim nós, como professores, podemos ser modelos de como ser aprendiz e servo de Deus.


A. 1 Pe 5:3 diz que o pastor deve ser “modelo do rebanho”.


B. Paulo diz para os gálatas que devem seguí-lo, pois ele se tornou como eles (Gl 4:12). Ele deu tudo para eles, o Evangelho, e se necessário teria arrancado os próprios olhos para eles (vs 19). Paulo se investiu neles com o mais alto amor e preocupação pelo bem estar deles.


C. O modelo fala muito mais alto do que palavras. Então, como eu SOU


-Tenho paciência?


-Tenho zelo pelos alunos e pelas almas/povos?


-Tenho humildade, ou sou elitista também?


-Tenho perseverança nas dificuldades? Ou reclamo, desisto, rejeito?


-Tenho vida de oração e dependência no Senhor?


-Procuro conhecer e obedecer a Bíblia?


-Invisto minha vida para os outros?


Podemos passar informações (e o aluno vai aprender, dependendo da receptividade e capacidade, e da didática do professor)


A. O que não devemos ensinar? Engel disse:


1. Há uma omissão crítica no ensino da Grande Comissão - “. . . fazei discípulos de todas as nações, batizando-os e ensinando-os a guardar todas as coisas quevos tenho ordenado”. A ênfase tem sido na evangelização, mais que a formação espiritual e a transformação social, que são os resultados do Reino de Deus! “Tudo que Jesus ordenou” (Mt 28:19) inclui o que Ele falava e fazia para ensinar. Devemos tomar mais a sério o modelo que Ele deixou. Devemos zelar para que nossos alunos têm profundo conhecimento da vida e do ensino de Jesus Cristo.


2. Não deve fazer com que a evangelização mundial se torne um empreendimento controlável, baseado em ciências sociais e de empresas, como marketing, com alvos mensuráveis (só). O surgimento de lemas atraentes e ênfase apenas em crescimento numérico tem criado muito entusiasmo momentário. Muitos querem fazer tudo rápido, sem levar em consideração o preparo necessário.


3. Não deve enfatizar uma obsessão com sucesso em termos de números, sem levar em conta a necessidade de levar a pessoa a compreender o Evangelho suficiente para ver as implicações para sua vida. Jesus Cristo tem que se tornar o Senhor da vida inteira - inclusive em relações econômicas, justiças social e integridade e santidade de vida cristã. Chegou a hora de largar o triunfalismo do sucesso estatístico, e voltar para a simplicidade e profundidade das diretrizes bíblicas.


4. Não deve ensinar uma contextualização relativista, facilitando a entrada de sincretismo. Adaptação sem limistes. Adaptamos o evangelho a agenda do consumidor, para ser aceitável, mesmo sacrificando princípios bíblicos. Enfatizamos os benefícios do evangelho, sem falar do custo. Vamos nos submeter ao relativismo do pós-modernismo, onde a Bíblia é relativa às culturas, ou vamos nos manter firmes seguindo uma hermenêutica que a própria Bíblia nos proporciona?


5. Há o perigo de uma eclesiologia defeituosa. Que tipo de igrejas estamos plantando? A igreja leva a mensagem ao mundo, mas no mesmo tempo é a mensagem ao mundo. Precisamos de líderes-servos, e igrejas onde todos são ministros. Ensino sobre modelos de igreja do missionário - a igreja leva a mensagem e É a mensagem.



Semana que vem a gente continua!! Se Deus permitir!!
Até lá então!!
Abraços!!

Usos & Costumes


Por: Carol Albini


Pessoal, como devem ter notado, na sexta-feira, como de costume, não foi atualizado a coluna CURIOSIDADES, isso devido meu computador ter dado 'pequenos problemas técnicos' rsrs

Para não nos atrasarmos em nosso assunto, vou atualizar nossa coluna hoje, espero que a direção do blog não me pune por isto!



Continuando nosso assunto sobre usos e costumes, trouxe hoje para nós, um texto muito interessante de Elias R. de Oliveira, que fala sobre os usos e costumes das pessoas na época em que fora escrito a Bíblia e o que devemos levar em consideração nos dias atuais.
Vale a pena ler e conferir essa matéria, é muito interessante!


Usos & Costumes



Vestimenta

Algumas denominações dão um valor excessivo ao chamado Uso & Costume, a ponto de excluir do rol de membros irmãos que não se enquadram na visão dos seus fundadores ou teólogos. À luz da Bíblia é impossível afirmar que a mulher ou o homem não deve usar determinada vestimenta.

O homem no princípio de sua existência andava nu, Gn 2.25. As primeiras roupas que usou eram feitas de peles de animais, Gn 3.21. Subseqüentemente os materiais empregados no fabrico de vestimentas eram a lã, Gn 31.19; Lv 13.47; Jó 31.20, o linho, Ex 11.31; Lv 16.4, o linho fino, Gn 41.42, e finíssimo, Lc 16.19, a seda, Ez 14.10,13; Ap 18.12, o saco de cilício, Ap 6.12, e as peles de camelo, Mt 3.4.
As peças essenciais dos trajes do homem e da mulher eram duas: Uma túnica, espécie de camisa de mangas curtas, chegando até aos joelhos, Gn 37.3; 2Sm 13.18, às vezes tecida de alto a baixo e sem costura, Jo 19.23, 24, cingida por um cinto; eram iguais para ambos os sexos, a diferenciação estava no estilo e na forma de usá-las.
Outra peça consistindo em um manto, Rt 3.15; 1Rs 11.30; At 9.39, feito de um pano de forma quadrada, guarnecido de fitas, Nm 15.38; Mt 23.5. Punha-se sobre o ombro esquerdo, passando uma das extremidades por cima ou por baixo do braço direito.
A parte inferior do baixo manto chama-se orla, Ag 2.12; Zc 8.23. As vestes dos profetas eram de peles de ovelhas, ou de cabritos, 2Rs 1.8; Zc 3.4; Hb 11.37, e também de peles de camelo, Mt 3.4.
Outra peça de roupa era às vezes usada entre a túnica e a manta, por pessoas de distinção, e oficialmente pelo sumo sacerdote, Lv 8.7; 1Sm 2.19; 18.4; 24.4; 2Sm 13.18; 1Cr 15.27; Jó 1.20. Era uma veste comprida sem mangas, apertada na cinta. Os cintos serviam para facilitar os movimentos do corpo e eram feitos de couro, linhos crus ou finos, 2 Rs 1.8; Jr 13.1; Ez 16.10, muitas vezes bem elaborados com decorações artísticas, Ex 18.39; 39.29; Dn 2.5; Ap 1.13.
A espada era levada à cinta e o dinheiro também, Jz 3.16; 1Sm 25.13; Mt 10.9. Fora de casa traziam sandálias, sapato rudimentar, feitas com uma sola de madeira ou de couro, Ex 16.10, apertadas aos pés nus por meio de correias, passando pelo peito do pé e à roda dos artelhos, Gn 14.23; Is 5.27; At 12.8.
O povo comum andava com a cabeça descoberta. Às vezes traziam turbantes, Jó 29.14; Is 3.20; Ez 23.20. O véu era usado pelas mulheres em presença de pessoas estranhas, Gn 24.65; Ct 5.7, se bem que muitas vezes elas saíam com as faces descobertas, Gn 24.16; 26.8.

Os santos são sensíveis à voz do Espírito Santo e antes de usar determinadas vestes, procuram conhecer a vontade de Deus. Não é conveniente ao homem usar roupas sabidamente femininas.

As mulheres devem vestir-se com sabedoria visando apenas a edificação do próximo, jamais, despertar a sensualidade ou desejos lascivos. Vestes transparentes, decotes profundos, saias e blusas curtas, calças apertadas (justas) e toda a espécie de roupas que mostram ou marcam o corpo despertando a sensualidade devem ser rejeitadas. É preciso cuidado com os extremos, o uso de vestidos e saias cobrindo os tornozelos, blusas com mangas até os pulsos e golas à altura do pescoço; não é sinal de santidade, geralmente desperta a rejeição no próximo impedindo que exalemos o bom perfume de Cristo.

O uso de roupas de "marca" ou "etiqueta" de modo geral é um canal aberto para o devorador (são caríssimas) e que desperta no coração a vaidade. Basicamente, quem usa uma roupa de griffe o faz para que o próximo veja. A moda não é feita para o povo de Deus, que devem optar pela simplicidade de aços, a exemplo de nosso Senhor.

"Quero também que as mulheres sejam sensatas e usem roupas decentes e simples. Que elas se enfeitem, mas não com penteados complicados, nem com jóias de ouro ou de pérolas, nem com roupas caras! Que se enfeitem com boas ações, como devem fazer as mulheres que dizem que são dedicadas a Deus!" 1 Tm 2:9,10

Jóias e Maquiagem

O uso de jóias e bijuterias não é errado, no entanto, é preciso que sejam sensatos. Os servos de Deus não deve assemelhar-se à uma "perua". A ostentação é um pecado.
O uso de maquiagem não é condenado por Deus, no entanto, às mulheres precisam ser sensíveis ao Espírito e não optar por nada demasiadamente pesado. O equilibro se aplica também a esta área.

"Não procure ficar bonita usando enfeites, penteados exagerados, jóias ou vestidos caros." 1Pe 3.3

Finalizando, medite:
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas edificam. Ninguém busque o seu próprio interesse, e sim o de outrem." 1Co 10.23,24

Fonte: Vivos

Espero que tenha gostado...

Caso você queira ajudar essa coluna, com artigos, sugestões ou críticas, até mesmo umacuriosidade que você tem e ainda não desvendou, escreva-me!

falecom.carolzitah@gmail.com

Faça parte deste blog, seja um semeador também, sua participação é muito importante para todos!!!

VISITE NOSSA COMUNIDADE NO ORKUT
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=93532089

Torre de Babel




Paz do Senhor, meus muito amados!

Primeiro, agradeço a Deus e a todos que intercederam em favor desse meu sonho que se realizou na noite de ontem: fui consagrado como Evangelista! Aleluia! Que se cumpra em mim o que foi predito pelo profeta Isaías (Isaías 61.1-5), e que o Espírito Santo me capacite a anunciar o Evangelho, para glória de Deus!

Obrigado, Papai! Me capacite a ser fiel e corresponder adequadamente ao chamado que Tu me deste, em Nome de Jesus! Sem Ti, Senhor, não sou nada... Mas com a unção do Teu Santo Espírito, quero ser ministro da Tua Santa Palavra, em Nome de Jesus! Amém!

E por falar nisso, vamos cumprir com meu chamado e falar um pouquinho sobre a Palavra de Deus? Uma das coisas que me chamam a atenção - e que seguidamente tenho trazido como assunto - é a diferença entre "espiritualidade" e "religiosidade". Gostaria de compartilhar contigo algumas coisas que tenho refletido sobre isso...

Em Gênesis 11.3-8 encontramos a conhecida história da "Torre de Babel". Nesta história, homens se uniram para construir uma torre que alcançasse o céu, a fim de enaltecerem seus nomes e não serem espalhados sobre a terra. Valeram-se, para isso, de recursos materiais, conhecimentos técnicos e força física para o intento... Mas isso desagradou a Deus, de maneira que Ele não permitiu que a construção continuasse, ao contrário, derribando-a e espalhando seus construtores pelo mundo confusos.

É possível perceber, neste texto, 3 motivações muito claras para a construção daquela torre:

1)Enaltecer o próprio nome: Há pessoas que são dominadas pela necessidade psicológica de reconhecimento a tal ponto que perdem de vista tudo o mais, a ponto de fazer tudo para serem reconhecidos. Precisam ser lembrados, estar sob holofotes, receber elogios... Quando não o são, sentem-se muito mal. Deus não se agrada desse tipo de atitude, que demonstra um pecado de "egolatria" (idolatria por si mesmo): vaidade, soberba, orgulho... Muitas vezes, faz-se coisas grandiosas e até importantes, mas a motivação toda parte da "egolatria". Nestes casos, inevitavelmente, Deus não vai se agradar das obras, que não prosperarão e não alcançarão bênção e graça diante de Deus, como foi com a torre de Babel. Deus prometeu que exaltaria nosso nome (Ex: Dt 28.1-14), mas é Ele que faz isso, e o faz com os humildes de coração!

2)Não ser espalhado: Outras pessoas são dominadas pelo sentimento de carência afetiva, e fazem qualquer coisa para manter-se unido, querido, sentir-se amado e acolhido pelo grupo. Não suportam a solitude, pois sentem solidão. Acabam permanecendo "escravos" do grupo em fazem parte, dependendo em tudo do grupo, imitando e se sentindo ferido se houver, aparentemente, algum tipo de exclusão. Deus não se agrada desse tipo de imaturidade emocional, que também é uma idolatria pelo grupo. Deus quer, sim, a comunhão entre todos, e na união em amor d'Ele é que Ele derrama Suas bênçãos (Ex Salmo 133). Mas uma coisa é "comunhão", outra coisa é dependência sócio-afetiva. Quando os esforços se voltam para sentir-se acolhido pelo grupo, está-se construindo uma "torre de Babel" do ponto de vista sócio-afetivo, e assim como foi com a torre de Babel, os esforços serão frustrantes e infrutíferos.

3)Alcançar o céu: de todas as motivações, esta seria a mais nobre! Que coisa linda: querer alcançar os céus! Mas mais uma vez, Deus nos ensina que nem tudo é o que aparenta! A Palavra de Deus diz que só Jesus Cristo é o Caminho para se chegar ao Pai do Céu... O povo que construía a torre, por melhor que fosse a intenção de alcançar o céu, estava tentando de maneira errada: queriam alcançar o céu com seu próprio conhecimento técnico, com seus próprios recursos materias, com sua própria força física...! Não há como alcançar a Deus, a não ser através de Jesus Cristo, guiado por Seu Santo Espírito! Nossos esforços são inúteis, e dependemos do Espírito Santo ! (Ex: Zc 4.6)

O povo que construía a torre de Babel tentou fazer algo com os dons e talentos que possuíam... Aí que está: não tem como oferecer isso a Deus, porque foi Ele quem nos dá dons, talentos e capacidades! Ele nos dá para usarmos na Sua Obra, para edificar vidas... Mas Ele não se impressiona com isso! Está escrito que Deus está próximo de corações contritos, e isso não tem a ver com dons e talentos: tem a ver com carater transformado e guiado pelo Espírito Santo! Por mais que operemos os dons e talentos que Deus nos deu, corremos o risco de desagradá-los e até perder a salvação, se não tivermos um relacionamento íntimo, verdadeiro, profundo e constante com Deus, como nos alertou Jesus em Mateus 7.21-23. Não basta, portanto, exercer os dons: é necessário SER CONHECIDO por Deus, e este conhecimento de/por Deus vem de sermos dirigidos pelo Espírito Santo mais e mais.

Mas como saber se estamos ou não sendo guiados pelo Espírito Santo? Jesus nos ensina (Mt 7.15-17) que conheceremos a árvore por seus frutos. Logo, se somos guiados pelo Espírito Santo, mais do que manifestações de dons, temos em nosso caráter o aperfeiçoamento e a manifestação dos frutos do Espírito, conforme Gálatas 5.22:

Amor: ser capaz de amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo com Jesus nos ama;

Alegria: ser capaz de se sentir de bem com a vida e partilhar as alegrias, alegrando-se com o que se tem disponível;

Paz: sentir-se seguro e manter-se em tranquilidade e equilíbrio consigo mesmo, com as situações que nos rodeiam e com os outros;

Longanimidade: ser capaz de perdoar e de conviver com as diferenças, suportando o jeito de ser de cada um e não se melindrar ou ressentir com facilidade;

Benignidade: ter bons pensamentos e bons sentimentos em relação a tudo;

Bondade: praticar atos concretos em favor do bem comum e do outro;

Fé: crer na Palavra de Deus acima das circustâncias, comprovações, idéias próprias... crer no que não vê, nem sente, nem entende, mas no que a Palavra de Deus diz;

Mansidão: ser submisso, obediente e não irar-se;

Domínio próprio: ser capaz de dominar seus próprios afetos, comportamento, tendências, compulsões e abrir mão de si mesmo em favor de se viver a Palavra.

Deus nos dá dons e talentos, mas nós Lhe damos os frutos do Espírito. Quando estes frutos não estão presentes em nossas vidas, nossos esforços acabam por ser "torres de Babel" que construímos, que não agradarão a Deus e que não prosperarão!

Sem produzir os frutos do Espírito, corremos o risco de construir torres de Babel na religiosidade, nos relacionamentos falsos, nas obras mortas, na hipocrisia... enfim, em tudo aquilo que é apenas fruto de vaidade, carência ou propósito desviado, feito com nossas próprias forças, sem a vontade de Deus!

Peçamos a Deus que nos derrube as torres de Babel que, infelizmente, podemos estar construindo sem perceber, e que Seu Santo Espírito nos convença dos pecados, para que possamos construir dentro de nós um verdadeiro templo de adoração e louvor a Deus, adornado pelos frutos do Espírito!

Hillsong United no Ibirapuera



Por Vivi Falconi

Olá galera!!

Chegando mais uma vez, quero compartilhar com vocês um pouco do que aconteceu no show realizado pelo grupo Hillsong United no dia 14 de novembro em São Paulo.

No dia 14 de Novembro de 2009 o grupo Hillsong United fez uma apresentação marcante que ficará na memória de cada pessoa que esteve no Ginásio do Ibirapuera em São Paulo.

Logo cedo centenas de pessoas já lotavam a parte de fora do ginásio aguardando a apresentação da banda que é referência de louvor e adoração no mundo todo. Todos estavam empolgados e ansiosos para uma noite de muita alegria, louvor e adoração.

Os portões do Ginásio foram abertos a partir das 18:00hs e o público já fazia uma festa maravilhosa. Enquanto a banda não entrava a galera já cantava e fazia uma linda festa com uma iluminação feita pelos celulares a cantando em um só coro o refrão da música Your name High: Ôoooooôoooo!! Ôoooooôoooo!!

Por volta das 20:00hs o grupo liderado por Joel Houston entra no palco fazendo o público vibrar intensamente. Uma contagem regressiva feita através de letreiros deu abertura ao evento que foi surpreendente. Podemos dizer que essa foi a melhor apresentação do United já feita no Brasil.

O show começou com a música You Deserve cantada por JD que pulava como ninguém. Ao todo foram tocadas 21 músicas que marcaram a vida de cada pessoa. No meio da apresentação, o Pastor Brian Houston parou um momento para ministrar os jovens e foi um momento em que muitos tiveram um encontro com Deus. JD orou por todos os que são líderes de louvor e compositores.

Um dos momentos mais marcantes foi durante a música With Everything. A adoração tomou conta por completo do ginásio que cantava em só coro. Joel se derramou de uma forma surpreendente diante de Deus.

Já na parte final do show, Joel parou um momento para ministrar e dizer que a cidade de São Paulo nunca mais será a mesma e ainda disse: “Vocês são loucos!! Vocês são muito loucos!!, nós voltaremos”.

O encerramento ficou com a música Solution e o povo de São Paulo saiu satisfeito com o show.

Aqui você poderá conferir fotos e vídeos exclusivos desse grande evento que ficará marcado para sempre na vida de cada pessoa que participou.

Estamos agradando a Deus no namoro?


por Manuela Andrade

Olá pessoal! Estamos juntos mais uma semana para conversarmos um pouco. Há um tempo atrás, escrevi aqui no blog algo sobre o ficar, que infelizmente é a nova sensação do momento, e mais triste ainda saber que os jovens de Deus estão se contaminando com o modismo do mundo. Dessa vez, escolhi um tema que com certeza é de grande interesse da juventude: Namoro!

Mas antes, é importante entender o que é namoro:
O namoro é a fase importante que sempre permite que se observe e se conheça mais sobre aquela pessoa especial a quem se está considerando como um possível companheiro. É algo que deve ser levado a sério, é a confirmação de que aquela pessoa é a escolhida por Deus e por nós para ser o nosso companheiro para toda a vida. O contrário disso, longe dos princípios de Deus, pode resultar em uma experiência nociva e traumática. Observe alguns princípios que ajudam a manter o seu namoro dentro do ponto de vista de Deus.

Que tipo de namoro o jovem está tendo na atualidade? Será que está agradando o coração de Deus? Vejamos essas dicas:

1º Forme um triângulo amoroso:
Triângulo amoroso??? Pode parecer estranho não é? Calmaaaaaa, vou explicar: Namoro realmente cristão só é bom a três: o casal e Deus. Ele deve ser o centro e o objetivo do namoro. Os jovens namorados devem orar juntos e estudar a palavra de Deus, ou seja, ter um momento de comunhão com o Senhor.

2º Evite o contato físico excessivo:
As chamas da paixão freqüentemente são avivadas pelo contato físico íntimo até o ponto em que nenhuma pessoa quer parar. Muitos homens e mulheres tem pensado que poderiam se conter em certas circunstâncias, mas perderam sua pureza num momento de fraqueza. "Tomará alguém fogo no seio, sem que as suas vestes se incendeiem? Ou andará alguém sobre brasas, sem que se queimem os seus pés?" (Provérbios 6:27-28). A Bíblia é clara sobre o fato que ter relações sexuais antes do casamento é pecaminoso "Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se." (I Corintios 7:9). A prudência no namoro nos ajudará a evitar os trágicos erros e pecados que podem danificar seriamente nossas oportunidades de futura felicidade nesta vida, e na eternidade.

3ºEvite namorar com pouca idade:
Por causa do principal propósito do namoro, isto é, encontrar um companheiro, é um erro começar a namorar muito cedo. Tal prática meramente coloca meninos e meninas em situações para as quais não estão preparados. Os pais dos jovens não deveriam permitir-lhes namorar enquanto não amadurecerem suficientemente para entender as responsabilidades do namoro. Assim que uma criança vai chegando a adolescência, começa a ser impulsionada pelo desejos da mocidade. Passa a ser influenciada pelos colegas, só que todos esses desejos podem ser controlados, se o jovem for convertido, gostar de ler a Bíblia, freqüentar os cultos na Igreja etc.

4º Namore pensando em casar:
Tem sido observado que geralmente casamos com alguém que namoramos! Por essa razão, os homens e as mulheres precisam agir com cuidado no namoro. Olhar para o caráter da pessoa que namoramos, em vez de ver somente sua aparência física, pode ajudar a garantir a escolha de um bom parceiro.

5º Não namore por namorar, ou para passar o tempo, ou porque está sozinho:
Namoro não deve jamais ser um passatempo, mas o inicio da procura de uma companheira(o) para a jornada da vida. Vale a pena lembrar que jovem cristão deve pedir a confirmação de Deus para o namoro, se o namoro é ante-sala do casamento como seria um namoro sem a confirmação de Deus?

6º Obedeca aos seus pais:
O namoro é bem sucedido quando há a aprovação daqueles que nos amam, assim como nossos pais, que só querem nosso bem. Um namoro desobediente não tem a permissão de Deus.Não podemos esquecer que a obediência aos pais independe se são crentes ou
não. Deus concedeu a eles o papel de cuidarem de sua vida, isso os torna dignos de seu respeito e obediência.

7º Cultive o romantismo:
A convivência a dois deve ser marcada por gentileza, cordialidade e romantismo. Isso não é cafona, nem é coisa do passado e traz brilho ao relacionamento. Devemos valorizar as pequenas coisas e fazê-las. Ser romântico ajuda você a se sentir amado. Ser romântico é colocar o outro acima de você mesmo. Isto é amor!

8º Não deve namorar com descrente :
Iniciar um namoro com alguém que não tem temor a Deus e não é uma nova criatura pode resultar em um casamento equivocado. Mesmo pessoas que freqüentam igrejas, podem não levar o relacionamento com Deus a sério. " Não vos prendais a um jugo desigual com os incrédulos; pois que sociedade tem a justiça com injustiça? Ou que comunhão tem a luz com as trevas? Que harmonia há entre Cristo e Belial? ou que parte tem o crente com o incrédulo?" II Coríntios 6:14 e 15
"Acaso andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?" Amós 3:3

Lembre-se:

*somos luz do mundo e o namoro do cristão é diferente do mundo.
*tudo que fizer deve glorificar a Deus(I Corintios 10:31) - Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.,
e com ordem e decência (I Corintios 14:40) - Mas faça-se tudo decentemente e com ordem.
*Valorize-se não se vulgarize como mercadoria barata.
*Sempre verifique se é amor ou paixão

Palavra pra você!

"De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a Tua Palavra." (Sl. 119.9).

"Filho meu, atende à minha sabedoria; inclinam teu ouvido à minha prudência; para que observes a discrição, e os teus lábios guardem o conhecimento. Porque os lábios da mulher licenciosa destilam mel, e a sua boca e mais macia do que o azeite; mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes. Os seus pés descem à morte; os seus passos conduzem-na ao inferno..." (Pv. 5.1 a 12).

Meus amados irmãos e amigos, espero ter contribuído para a sua vida com essa mensagem. Fiquem na graciosa Paz do Senhor! Até a próxima semana!

As 10 pragas da atualidade - Parte I




Por Eliézer Rodrigues.








Páááááááára!!!
Então galera, hoje é quarta-feira...dia de humor no nosso blog, dia que marca o meio da semana de trabalho para muitos de nós, dia de namorar \o/
Vou começar um minucioso e pseudo-inteligente estudo sobre as 10 pragas da atualidade. Isso mesmo, vivemos infestados de pragas e é elas que iremos citar nessa e nas próximas 9 semanas.
A primeira grande praga da atualidade e que muito vem incomodando a população mundial é a SAÚDE PÚBLICA.
Eita coisa que incomoda...o pessoalzinho é terrível.
Vamos narrar um caso em que você vai ver como essas pragas nos deixam com os nervos à flor da pele.

Um cidadão sente fortes dores de cabeça e depois de alguns dias padecendo com essa dor, penando com essa doença, vê a necessidade de consultar um médico pra analisar melhor sua situação.
Mas acontece que o cidadão não possui um alto poder aquisitivo, não tem condição própria pra ir até o Posto de Atendimento mais próximo, que fica a 15km de sua casa.
A essa altura, as dores de cabeça já o incomodam a ponto de não permitir o cidadão a raciocinar direito, então o que ele decide? "Vou ligar pro SAMU"
Claro!!! "Vai vir uma ambulância e me leva rapidamente até o médico."
Gente...pode parar tudo!!!
Não se liga pro SAMU...não se espera ambulância!
Você liga e eles te fazem uma bateria de perguntas:
"O que vc está sentindo?"
"Onde vc mora?"
"Tá sentindo a dor faz quanto tempo?"
"Há mais algum sintoma?"
O cidadão, a essa hora delirando de febre e com a cabeça a ponto de explodir, tem que responder a perguntas sem muito sentido no momento, além do mais, o atendente ainda cogita a possibilidade de ser um trote.
Resultado: a ambulância chega 2 horas depois e o cidadão já tá quase desmaiando de tanta dor que sente.
Pior... eles olham pro cara deitado no sofá, fazem mais uma bateria de perguntas, mesmo a essa hora o cidadão só respondendo com gemidos, e por fim resolvem levar o cara.
Começa mais um sufoco.
Colocam o cidadão numa maca de madeira rústica. Além da cabeça, as costas começam a doer também, o jogam dentro da ambulância velha e saem em alta velocidade pelas ruas emburacadas.
Bah!!! O cara a essa hora já se mexeu tanto com os buracos da estrada que já está quase sentado no colo do motorista.
Mas enfim, chegam ao hospital! \o/
Hora de enfrentar outra praga, a RECEPCIONISTA.
A dor de cabeça vai aumentar...
Ela olha pro homem com uma cara que parece querer matar ele com os olhos.
Faz uma cara de "Lá vem mais um infectado" e com a voz mais grossa possível pergunta pelos documentos e os sintomas.
Lá o pobre cidadão tem que dar seus documentos à mulher de cara feia e voltar a responder perguntas.
A recepcionista olha o documento e olha de novo pra cara do cidadão... olha de novo o documento e a cara do cidadão. No maior estilo "cara-crachá, cara-crachá", ela ainda duvida que a pessoa do documento seja a mesma que está em sua frente quase entrando em óbito devido a cefalia que sofre.
Por fim, franze a testa e manda o cidadão aguardar pelo atendimento.
Mais um sofrimento. Passadas mais 2 horas agonizando à espera do atendimento, o homem é chamado aos gritos.
A dor de cabeça aumenta.
Entra e logo é parado por uma outra pessoa. Não, ele ainda não vai ver o médico, é preciso passar pela pré-consulta.
GENTE, ELE VAI MORRER!!!
Perguntam novamente o que ele sente, o que ele tem e quando começou a sentir os sintomas. Colocam um termômetro nas axilas do cidadão e vão ver como está sua pressão arterial.
Depois de medir a pressão arterial e ver que ela está baixíssima, ela pega o termômetro e vê que a febre tá matando o cidadão.
Muitas das vezes o termômetro explode de tão alta que está a febre do humilde cidadão que já se encontra desesperado a ponto de coçar a cabeça, passar a mão no rosto, soluçar, gemer, urrar.
Eles mandam o cidadão ir pra uma outra sala de espera, onde vai aguardar a chamada do médico.
Finalmente está chegando a hora de ver o doutor.
Passa-se mais 30 minutos esperando e ele ouve uma voz chamando seu nome.
O cidadão encolhe a barriga, estufa o peito, suspira e levanta-se pra finalmente consultar com o médico.
A porta já se encontra aberta e um senhor sorridente se levanta da cadeira e vai receber o pobre homem.
"Olá, boa tarde!"
Já dá vontade de gritar, se a tarde estivesse boa, ele não estaria ali.
Mas ele engole o grito e dá uma boa tarde timidamente, levando sua mão à cabeça que continua doendo.
Lá vem a segunda frase do doutor.
"O que você tem?"
Pááááááááááááára!!
Isso é passivo de xingamentos... "Cara, o médico é tu. Eu vim aqui pra você me dizer o que tenho"
Mas como o cidadão precisa ficar bom e pode ser preso por desacato caso falte com respeito ao doutor, ele começa a relatar os sintomas que sente.
Com uma aparente atenção, o médico ouve o que o cidadão fala. Quando ele termina, vem a terceira frase.
"Bom, você vai tomar uma injeção para aliviar essa dor e depois passe na farmácia para comprar esse remedinho caso a dor retorne."
O cidadão faz uma cara de quem não entendeu muito e faz o que o médico mandou.
Vai até outra sala e encontra uma velhinha com uma agulha do tamanho da dor de cabeça que ele sente. Ele já se assusta, claro!!! Imagina que ele vai ao hospital pra sarar a dor e vê que sentirá outra dor ao receber aquela injeção.
A mulher o olha com um olhar ameaçador e diz que vai dar uma injeção de um remédio com um nome que ele nunca ouviu falar e sequer consegue pronunciar novamente. Daqueles que se entram no Soletrando, o muleque pede repetição, definição, utilização numa frase e por fim, xinga a mãe do Luciano Huck.
Enfim, descobre através da mesma velhinha que aquela injeção serve pra fazer abortos.
Pára tudo!!!
Mas o cidadão é homem, não tá gravidO e além do mais, aborto é crime perante a lei e perante Deus.
Nessa hora, a cabeça do cara já tá do tamanho de uma jaca podre, sua mente entra em parafuso e com raiva de toda a situação causada, ele desacata à velhinha.
Feito isso, vem um policial e leva o cara em cana. Ele tem que passar a noite na cadeia e sem o alívio da dor de cabeça.
Me responde, caro leitor, o profissional da saúde é uma praga da atualidade ou não?

É isso aew, gambazada!!!
Acabamos de ver a primeira grande praga da atualidade, na semana que vem nós voltaremos pra falar sobre outra. Ou não! Vai que me demitam no decorrer da semana.
Se me demitirem, eu incluo os chefes como uma praga da atualidade.
Sim! Isso é uma ameaça, chefe!
Quarta-feira que vem eu estou de volta. Até lá, fiquem todos na Paz do Senhor e que Deus nos abençoe, nos livrando dos males da saúde pública. Rá Rá Rá!

Cinema: dicas de filmes




Por: Camila Scherrer

Olá pessoal!
Pesquisei sobre as estréias e lançamentos mais esperados no cinema, e aí vão algumas dicas pra quem ama cinema, e não se dá ao luxo de perder um bom filme!








A CAIXA
♦Elenco: Cameron Diaz, James Marsden, Frank Langella
Gênero: Suspense
♦Sinopse: O que você faria se alguém lhe oferecesse uma caixa com um botão que se você apertasse lhe deixaria milionário mas, ao mesmo tempo, tirasse a vida de alguém que você não conhece? Norma é uma professora de escola particular e o seu marido, Arthur, é um engenheiro que trabalha na NASA. Eles são um casal que leva uma vida normal com o seu filho no subúrbio até que um misterioso homem com rosto desfigurado aparece com uma proposta tentadora: a caixa.


AVATAR
♦Elenco: Michelle Rodriguez, Zoe Saldana, Joel Moore, Peter Mensah, Lola Herrera, Laz Alonso, Matt Gerald, Sigourney Weaver, Wes Studi, Giovanni Ribisi, Sam Worthington
♦Gênero: Ficção
Sinopse: No futuro, Jaze é o ex-fuzileiro naval paraplégico enviado a um planeta chamado Pandora. Lá, além da riqueza em biodiversidade, existe também a raça humanóide Na´vi, com sua própria língua e cultura. O que evidentemente entra em choque com os humanos da Terra.




CONFUSÕES EM FAMÍLIA
♦Elenco: Andy Garcia, Julianna Margulies, Steven Strait, Emily Mortimer, Alan Arkin
♦Gênero: Comédia
♦Sinopse: Toda a família tem seus segredos e a família Rizzo não fica atrás. O pai, Vince tem um filho fora do casamento e depois de 20 anos terá que traze-lo para morar com ele. A filha, supostamente uma aluna aplicada na Universidade mas nas horas vagas vira uma stripper. Até o caçula Vinnie Jr. que aparenta ser o único "normal" da família esconde um grande fetiche.



A PRINCESA E O SAPO
Elenco: Vozes de: Anika Noni Rose, Oprah Winfrey, Keith David
Gênero: Infantil
♦Sinopse: Tiana é uma jovem afro-americana que vive em um encantador bairro francês na lendária cidade de Nova Orleans, berço do jazz. Do coração dos místicos pântanos da Louisiana e às margens do poderoso rio Mississippi chega uma história de amor inesquecível.




MALUCA PAIXÃO
♦Elenco: Sandra Bullock, Thomas Haden Church, Bradley Cooper, Ken Jeong, DJ Qualls, Katy Mixon, Howard Hesseman.
♦Gênero: Comédia

♦Sinopse: Convecida de que um cameraman é seu verdadeiro amor, Mary Horowitz (Sandra Bullock) - uma excêntrica mulher que trabalha criando palavras cruzadas - o segue numa viagem ao redor dos EUA a fim de convencê-lo sobre essa verdade, na qual, por enquanto, somente ela acredita.



ATIVIDADE PARANORMAL
♦Elenco: Katie Featherston, Micah Sloat
Gênero: Terror
♦Sinopse: Atividade Paranormal conta a história de Katie e Micah, um jovem casal que ao se mudar para uma nova casa, passam a ser perturbados por uma estranha presença. O ´visitante´ pode ou não ser demoníaco, mas uma coisa é certa: está ali e é ativo especialmente durante a noite, enquanto eles dormem. Ou tentam...






O AMOR PEDE PASSAGEM
♦Elenco: Jennifer Aniston, Steve Zahn, Woody Harrelson, Fred Ward
♦Gênero: Comédia Romântica
Sinopse: Mike trabalha em um hotel de beira de estrada, em uma cidade do interior do Arizona. A executiva Sue se hospeda no hotel para descansar entre uma viagem e outra de negócios. Mike resolve apostar suas fichas e dar a cara à tapa com uma garrafa de vinho barato nas mãos cortesia da gerência. Mike descobre que se ele quer alguma coisa vai depender apenas dele, e embarca numa louca viagem para conquistar seu amor.



A TRILHA

♦Elenco: Milla Jovovich, Steve Zahn, Timothy Olyphant, Kiele Sanchez, Marley Shelton
♦Gênero: Suspense
♦Sinopse: Cydney e Cliff são um aventuroso casal que resolve comemorar a lua-de-mel fazendo trilhas pelas praias do Havaí. Entretanto, quando se deparam com um assustado grupo de turistas que informa sobre o assassinato de um casal em outra ilha eles passam a discutir um retorno para casa. Longe da civilização, todos aparentam ser uma ameaça. O paraíso se transforma em um verdadeiro inferno quando uma batalha pela sobrevivência tem início.



JULIE & JULIA
♦Elenco: Amy Adams, Meryl Streep, Jane Lynch, Stanley Tucci, Mary Lynn Rajskub, Vanessa Ferlito
♦Gênero: Drama

♦ Sinopse: A história real de Julie Powell, novaiorquina que, ao perder o emprego no governo, decide cozinhar diariamente as receitas do livro "Mastering the Art of French Cooking", da renomada Julia Child, e narrar suas experiências em um blog.




Espero que tenham gostado, e se alguém for ao cinema ver algum desses filmes deixe aqui o comentário...rs
Afinal de contas, cinema e pipoca é tudo de bom *-*
Fiquem com Deus
bjs =)
Missões

Missões


por: Ana Eliza Oliveira





Olá moçada! Que a Paz do Senhor esteja com vocês nessa semana abençoada! Eu achei um artigo muito legal hoje ensinando como igrejas pequenas podem fazer missões, e claro, gostaria de compartilhar com vocês, já que nossa coluna retrata isso. Espero que isso contribua para um despertar na sua igreja através de sua vida. Que tal fazer algo em prol de Missões agora? Espero que aproveite a oportunidade que Deus está te dando e comece já a trabalhar na Obra.


A Igreja local e missões - Edison Queiroz
COMO UMA IGREJA PEQUENA PODE FAZER MISSÕES



Quando Prego e desafio pastores a levar suas igrejas à tarefa de missões mundiais, sempre sou questionado se é possível a uma igreja pequena fazer missões. A minha resposta sempre é afirmativa. Uma igreja pequena pode e deve fazer missões. A seguir, seis passos para uma igreja pequena fazer missões.


1 - Confie no grande Deus


Devemos entender que o plano de Deus para a igreja, não importa o seu tamanho, é a implantação do seu reino por meio de pregação do evangelho a todas as nações. O que faz a diferença é o tamanho de nosso Deus. Ele disse: “Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei cousas grandes e ocultas, que não sabes” (Jr 33.3). A Bíblia afirma que Deus “é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós” (Ef 3. 20-21).


Às vezes olhamos para nossa incapacidade e fraqueza, para o tamanho de nossas igrejas, para a situação financeira e ficamos desanimados, dizendo que é impossível. Mas isso está errado! Precisamos olhar para Deus e crer em seu poder, pois ele é grande e quer fazer coisas grandes. Do nada ele cria tudo! Aleluia! Precisamos orar como o rei Josafá: “Porque em nós não há força...porém os nossos olhos estão postos em ti” (2 Cr 20.12). Aqui está o segredo da vitória: tire os olhos das circunstâncias e coloque-os no grande Deus, e ele transformará nossas igrejas em verdadeiras bases missionárias.


2 - Inicie um movimento de oração


Por meio da oração, a igreja pode fazer um movimento missionário e atingir nações. Desafie os membros de sua igreja a orar em casa, no trabalho, nos momentos de folga, na igreja, etc. Pela oração, vidas serão tocadas por Deus; portas, abertas; missionários, abençoados; vidas, salvas. Mais adiante darei alguns passos práticos para o início de um grande movimento de oração em sua igreja, não importa o tamanho dela.


3 - Treine os crentes para a evangelização pessoal


Descobri uma coisa interessante em meu ministério: os crentes não evangelizam porque não sabem fazê-lo. Antigamente eu pensava que se tratava de falta de consagração, de falta de fé, de desânimo etc., mas logo descobri que o grande problema era a falta de um ensino prático.


Certo domingo preguei, sobre a importância de o crente ganhar vidas para Cristo. Durante minha pregação exortei a igreja, afirmando que todo crente deve ser um ganhador de almas e que o crente que não ganha almas está em pecado, etc. Após o culto um jovem venho falar comigo e disse: “Pastor, você fica o tempo todo nos dando chicotadas do púlpito, nos exortando a ganhar vidas para Cristo, mas nunca nos ensinou a fazê-lo.”


Confesso que tive de reconhecer meu erro e dar a mão à palmatória. Pedi perdão àquele jovem e disse que iria providenciar o treinamento. Naquela época convidei a equipe da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo para vir dar um treinamento de evangelização e discipulado para a igreja; telefonei-lhes e perguntei se tinha um treinamento para a igreja.


Eles me informaram que sim e que necessitavam de um período de 12 horas/aula. Agendei o mês de outubro e usei o tempo do culto e da escola dominical nos quatro domingos daquele mês para o treinamento. Foi maravilhoso o trabalho do Espírito Santo, que levou os crentes a entender que podem pregar o evangelho.


No terceiro domingo de treinamento, preparamos uma surpresa para os membros da igreja.


Cheguei mais cedo com a Equipe da Cruzada, colocamos uma mesa na calçada da igreja, fechamos o portão e esperamos os crente chegarem.


Cada um que chegava perguntava: “O que aconteceu, pastor? Não haverá treinamento hoje?” Logo explicávamos que iríamos fazer uma experiência e enviávamos pares a evangelizar na praça; pedimos que voltassem ás 11h para darem testemunhos.


Lembro-me do testemunho de um diácono que falou com lágrimas nos olhos: “Pastor, sou crente há mais de 30 anos e nunca alguém orou comigo entregando a vida a Cristo, mas nesta manhã eu tive a alegria de ver alguém orando comigo, convidando Cristo para entrar em sua vida. Aleluia!”.


Hoje o treinamento em evangelização faz parte da instrução dos novatos na Escola Dominical, e a meta é que todos os membros da igreja saibam explicar o plano de salvação, levar uma pessoa a orar recebendo Cristo como Senhor e Salvador e dar os primeiros passos no discipulado.


4 - Desafie pessoas para o campo missionário


Mediante pregação, ensino, recomendação de livros, etc., você pode desafiar pessoas a se entregarem para a obra de missões. Creio que em toda igreja há pessoas vocacionadas para o campo missionário. Então pregue, desafie e procure identificar essas pessoas, dando-lhes o apoio necessário no discipulado pessoal, no encaminhamento para o preparo adequado. Não somente desafie, mas também apóie os vocacionados. Muitos pastores estão pecando ao deixar de apoiar , ajudar e orientar aqueles que têm sido chamados por Deus para a obra missionária. Talvez por medo de perderem o lugar, por ciúmes ou por irresponsabilidade. Se há em sua igreja algum membro chamado por Deus para o ministério, dê-lhe todo apoio, pois você estará colaborando para a expansão do reino de Deus. Não tema ! O mesmo Deus que o colocou no ministério é poderoso para mantê-lo ou tirá-lo dele, de acordo com sua soberana vontade.


5 - Desafie os crentes a contribuir financeiramente


Uma igreja pequena pode fazer muito para missões mediante contribuição financeira dos seus membros. Deus não está olhando para o tamanho da sua oferta, mas sim para o tamanho do coração da pessoa que deu a oferta. Lembra-se da oferta da viúva pobre? Sua oferta foi maior que as das outras pessoas porque ela deu todo o coração (Lc 21. 1- 4).


Além disso Deus é poderoso para multiplicar qualquer oferta, como ele fez na multiplicação dos pães. Eu sou testemunha disso. Deus faz milagres nas finanças da Igreja quando esta coloca missões em primeiro lugar. Mas adiante quando falar sobre finanças, vou contar alguns desses milagres.


Conheço famílias que estão sustentando parentes no campo missionário. Muitas vezes, quando encontro algum missionário, pergunto-lhe: “Quem está sustentando?” De vez em quando, a resposta é: “Meus pais, meus irmão, etc.” Então pergunto: Quantos são? Às vezes, cinco ou seis pessoas estão se unindo e sustentado um missionário no campo. Qual o tamanho da sua igreja? Mesmo que seja de cinco ou seis pessoas, se elas forem desafiadas e assumirem a responsabilidade, poderão se unir e sustentar missionários no campo, assim como algumas famílias estão fazendo. Desafie o seu povo a contribuir financeiramente!


6 – Associe sua igreja a outra para enviar missionários


Uma igreja pequena pode fornecer pessoas e dinheiro para a obre de missões. Mas, às vezes, não tem condições de levantar todo o sustento financeiro necessário; portanto, poderá se unir a outra igreja e, juntas, enviar o missionário. Vou contar uma experiência marcante em minha vida. O pastor de uma igreja pequena veio à nossa convenção missionária e foi desafiado a fazer missões por meio de sua igreja. Voltou disposto a fazer de sua igreja uma igreja missionária. Desafiou o seu povo, e a resposta veio. Iniciou-se um movimento de oração e de contribuição financeira. Quando arrecadaram o dinheiro das ofertas mensais para missões, não sabiam como aplicá-lo e, então, pediram à nossa igreja a oportunidade de participar do sustento de uma de nossas missionárias na África. Consultei nossa igreja, e todos com alegria aceitaram formar uma sociedade com a outra igreja para, juntas, sustentarmos a missionária. Agora, aquele mesmo pastor está partindo para o campo, e as duas igrejas juntas vão participar do seu sustento.


Uma igreja pequena pode e deve fazer missões. Tudo depende de ser desafiada, de receber a visão e de aceitar a responsabilidade.



Fiquem todos na Santa Paz do Senhor, e até semana que vem, se Deus quiser!!
Abraços!!






Mais 450 metros!



A mensagem de hoje vai ser um pouquinho diferente das outras, porque tu irás participar ativamente! Isso mesmo!
Mas antes disso, deixa-me compartilhar uma grande bênção: nesta semana (26 a 29 de novembro de 2009), estará acontecendo em minha cidade o congresso nacional do ministério Leão de Judá, do qual faço parte. Além de igreja, a Leão de Judá tem grupos de louvor, teatro, centro de recuperação para dependentes químicos, obras sociais e evangelísticas... sendo que sou participante de muitas delas. Entre tantas coisas, haverá o lançamento do 2º CD da LdJ, e também será a consagração de novos pastores e obreiros. Estou muito feliz e empolgado com tudo, e te convido a conhecer um pouco mais do ministério Leão de Judá em: www.leaodejuda-rs.org.br
------------------------------------------------------
Agora sim, vamos ao tema dessa semana! Como disse, desta vez, o leitor participará ativamente do texto!
Hoje quero te convidar a fazer uma experiência de imaginação. Quero que concentre-se no trecho bíblico que estarás lendo, e imagine-se como se estivesse acontecendo contigo. Experimente!
É uma visão que Deus deu ao profeta Ezequiel, mas eu te convido a imaginá-la como sendo tua. Ezequiel escreveu a visão assim:

"E ele me fez sair pelo caminho da porta do norte, e me fez dar uma volta pelo caminho de fora, até à porta exterior, pelo caminho que dá para o oriente e eis que corriam as águas do lado direito. E saiu aquele homem para o oriente, tendo na mão um cordel de medir; e mediu mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos artelhos. E mediu mais mil côvados, e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos; e outra vez mediu mil, e me fez passar pelas águas que me davam pelos lombos. E mediu mais mil, e era um rio, que eu não podia atravessar, porque as águas eram profundas, águas que se deviam passar a nado, rio pelo qual não se podia passar. E disse-me: Viste isto, filho do homem? Então levou-me, e me fez voltar para a margem do rio." (Ezequiel 47.2-6)

Vamos retomar!
Suponha que tu estejas tendo a seguinte visão - ou sonho:
Um anjo de Deus te leva para um passeio, e te mostra, há cerca de 450m de distância, um grande rio à frente. Então, o anjo pega uma trena e mede 450m, e te leva até às margens do rio, onde tu consegues sentir os pés molhando na água. O clima está quente, e os pés nas águas te dá uma sensação de alívio e uma suave alegria! Tudo que tu podes pensar é curtir este momento... Mas...
...o anjo te chama a atenção, e mede mais 450m à frente, te levando mais adiante, para o leito do rio, onde a água está à altura dos teus joelhos. Que beleza! A água te refresca, e tu até sentas no leito do rio, e deixa-te molhar completamente, mas logo levanta-te... Mas é muito bom! Só que...
...o anjo continua te chamando a atenção, e medindo mais 450m à frente, te levando mais prá dentro do rio, onde a água batia à altura do peito. A água era agradável, mas talvez tu sentes uma certa insegurança: a correnteza fica mais forte... Será que tu deves voltar? Mas, ao contrário...
...o anjo te sinaliza mais 450m adiante, e te leva onde não dá pé, e a correnteza te leva completamente.
Sem entender ainda a visão que continua, o anjo te leva de novo às margens do rio, e diz: "Prestaste atenção em tudo que viste? Então, não te esqueças!"
Sentindo uma certa confusão, tu despertas da visão sem entender o significado... O que será tudo isso?
Começando a refletir e pensar, tu chegas a conclusão que esta visão está falando de tua vida com Deus!
Durante muito tempo de tua vida, tu contemplaste as "coisas de Deus" de longe! Ouviste testemunhos, pregações, leste a Bíblia... No entanto, eram eventos distantes de ti, sem tua participação... Milagres, bênção, unção... Coisas que ouvias falar, ou vias de longe, mas que não tinhas experimentado pessoalmente em tua própria vida...
...Mas chegou um momento que Deus te colocou em "xeque"! Talvez, foi um momento de dificuldade ou aflição... Talvez, tenha sido ante uma grande decisão... Talvez, foi um culto especial, ou uma pregação, louvor... Algum amigo que falou algo que tocou no teu coração... Eu não sei! Mas teve um momento em que tu disseste para ti e para Deus: "Não quero mais só ficar assistindo! Eu quero viver mais da parte de Deus na minha vida!" Foi neste momento em que, de fato, entregaste a vida a Jesus! E sentiu o refrigério da Paz que excede a todo entendimento tomando teu ser! Tu estavas molhando os pés no Rio de Deus, e isso era tão bom!
Não sei quanto tempo tu "curtiste" esta experiência: semanas... meses... anos... Mas parece que chegou um momento que tu te "acostumaste" com isso! Molhar os pés no Rio de Deus já havia se tornado "comum" e "insonso" para ti... Talvez, tu tenhas passado por um "tédio religioso", morno e desgastado, e até tua fé estava em risco...
Mas Deus não queria isso! Deus sinalizava que tu deverias prosseguir! Ir mais em direção a Vontade de Deus, e buscar mais de Sua Presença!
Então, tu experimentaste um renovo em tua vida! E isso foi tão maravilhoso!
Como água pelos joelhos, tu podias mergulhar completamente na água, mas ainda estava no controle para sair dela! Poderias ir nos cultos, e até participar de um ministério... Mas ainda estava no controle de tua vida!
Jesus te cobra que continue caminhando! Mais 450m...! Mais fundo na Sua Vontade! Mais fundo na Sua Presença! Mais fundo na Sua Palavra!
Chegarias a um ponto que a presença de Deus estaria de tal forma na tua vida que te envolveria quase completamente! E nestes momentos, a tentação é querer voltar para trás... Para uma zona de conforto anterior...
Mas em vez disso, o Senhor te afirma: continue marchando! Vai em frente!
Até chegar a um ponto em que não é teus pés que te levam, mas o próprio Rio de Deus que te conduz completamente!
A Vontade de Deus - boa, perfeita e agradável (Romanos 12.2) - está há 450m de distância!
A intimidade maior com Deus está há 450m de distância!
Tuas bênçãos... teu ministério... a presença intensa do Senhor está há 450m de distância, no centro do Rio de Deus!
Mas é tu que tens que caminhar!
È tu que tens que decidir ir em direção!
O Rio de Deus não fugirá de ti... Mas tu deves ir até Ele!
E Deus te faz lembrar: observe tudo com atenção e não te esqueças!
Viver o Reino de Deus na terra... O Caminho está medido e é conhecido: é trilhar os passos de Jesus! É seguir Seus ensinamentos, e cumprir Suas Leis!
Mas Deus te dá liberdade para escolher! Ele não irá te forçar a nada... Mas Se dispõe, mostrando-te o Rio e te motivando a ir em direção a Ele!
Uma vida nova te espera há 450m de distância...
Levante e marche, pois o Senhor é contigo!
E receba a Vida em Abundância que o Senhor Jesus te concede, só mais uns passos adiante...!
Que Deus te guarde, conduza e abençoe, em Nome de Jesus!
Abração!

Blog Archive

TOP 10