Jovem que acusa o pai de tortura teve desentendimento em banda

Rapaz que acusa pai fazia parte de grupo musical com 9 irmãos.

Ex-bombeiro preso em flagrante defende 'corretivo' em filho.

Do G1, com informações do Jornal da Globo


O ex-bombeiro Benedito Cardoso foi preso em flagrante, em Arujá, na Grande São Paulo, acusado de torturar um filho e bater na mulher. Ele mantinha duas famílias, uma com quatro e outra com seis filhos. Os 10 irmãos formam uma banda que anima bailes e eventos. Um dos filhos fugiu de casa no mês passado. Ele contou que era forçado a trabalhar até 16 horas por dia e que foi torturado várias vezes pelo pai.

A mãe do jovem e de outros três integrantes da banda também resolveu denunciar o ex-bombeiro e disse ser vítima de maus-tratos há 17 anos. "Ele batia muito em mim, quebrou meus dentes da frente, batia muito nas crianças, mas muito mesmo. Ficava em casa até sarar as marcas para voltar para a escola. Eu não podia fazer nada, com medo também, que ele me ameaçava muito", relata.

Já os filhos mais velhos do primeiro casamento do ex-bombeiro contam uma história bem diferente. A chácara onde moram seria de um patrocinador da banda. Segundo os irmãos, o que houve foi um desentendimento musical com o irmão que acusa o pai.

"Bater é normal para educar, com certeza", conta a filha do ex-bombeiro, Silvana Cardoso. "Se fosse para ser assim os três irmãos dele teriam acusado também o meu pai, mas eles não acusaram", diz o filho do militar, Elvis Cardoso.
O filho que acusa o pai conta que era torturado preso a uma cadeira de rodas. "Dava choque, batia, com cabo de aço, com mangueira de borracha, com madeira, qualquer coisa. Fiquei dois anos trancado dentro de um porão, com uma corrente amarrada no pé", diz.

Corretivo para o filho'


O rapaz buscou abrigo na casa de uma irmã da mãe, Francisca Oliveira, afastada deles há 17 anos por brigar com o cunhado. "Ele chutou minha irmã com a bota do bombeiro, ela estava grávida de seis meses e ela perdeu as crianças", afirma.

O ex-bombeiro se defende das acusações. "Todo pai dá corretivo para o filho, é normal. Se hoje em dia tivesse mais pais corrigindo os filhos, não teria tanta cadeia lotada como tem por aí", afirma Benedito Cardoso.


Por enquanto, o ex-bombeiro está preso, autuado em flagrante por crimes como cárcere privado, tortura e ameaças. "O relato é extremamente gravíssimo pela própria condição inclusive pelas lesões que estão aparentes. Então, a gente está perplexo com a situação atual", afirma o delegado José Humberto Xavier.


fonte

0 Comentários em "Jovem que acusa o pai de tortura teve desentendimento em banda"

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TOP 10