Michael Jackson, o rei do pop e sua lenda

O rei do pop, Michael Joe Jackson, além de cantor, compositor e dançarino, também ficou conhecido por entrar na carreira artística aos 5 anos de idade.
Em 1965, seu pai decidiu criar uma banda com cinco dos seus nove filhos, o Jackson Five, formado por Michael, Jackie, Tito, Marlon e Randy. O grupo venceu um concurso de talentos em uma escola com a música "My Girl".
O Jackson Five entrou para a história musical do país por ser a primeira banda formada por negros a fazer sucesso.
Michael lançou o seu primeiro álbum sozinho "Of The Wall" em 1978.
Michael teve uma vida conturbada, passando a ser sempre noticiado pelas suas inúmeras cirurgias plásticas e pela sua mudança de cor de pele, onde alegavam ser virtiligo, e pelo fato de ter omprado um rancho na California, dando a ela o nome de Neverland, com parque de diversoes e um minizoológico. Nesse rancho, Michael levava crianças para passar uns dias e, por muitas vezes, foi acusado de pedofilia pelos pais de algumas dessas crianças.
O cantor faleceu na última quinta-feira, dia 25 de junho, as 18hs26, aos 50 anos, na sua casa em Los Angeles, após sofrer uma parada cardíaca.
Segundo o jornal "Los Angeles Times", os médicos do hospital da Universidade da Califórnia confirmaram a morte do cantor, que teria chegado ao local em coma profundo.
Jermaine Jackson, irmão do cantor, se pronunciou publicamente às 22h10 e disse que os paramédicos tentaram ressucitar Michael durante uma hora, sem sucesso. De acordo com o LA Times, Jackson não estava respirando quando os paramédicos chegaram a sua residência, em Holmby Hills, por volta das 16h20. Michael recebeu uma massagem cardiopulmonar ainda na ambulância e seguiu direto ao hospital da Universidade da Califórnia, que fica a dois minutos da casa do cantor.
A família de Michael Jackson suspeita que Dr. Murray possa ter ligação com sua morte, apesar de não ser considerado suspeito pela polícia.
A família já pediu nova necrópsia parasaber qual a última droga tomada por Michael.
Babá dos filhos de Michael Jackson diz que ele passava mal com mistura de remédios
Deepak Chopra, médico e guru da nova era, não tem dúvida: Michael Jackson morreu de overdose. Ele confirmou em reportagem publicada no site do jornal inglês "News of

"Para mim é muito óbvio que ele recebeu uma overdose de drogas", diz Chopra, que é membro da academia americana de medicina.

As principais suspeitas acerca da morte de Michael Jackson apontam para o abuso de remédios, principalmente analgésicos.

O site do jornal inglês Daily Mail publicou uma entrevista com um médico não identificado após Michael ter entrado em colapso por overdose de morfina.
O médico diz ter recebido um telefonema, no início da madrugada, de Randy Jackson dizendo que alguém havia passado mal e que o serviço de emergência 911 não poderia ser acionado. Um carro foi enviado para buscá-lo, e ao perguntar ao motorista quem havia passado mal, recebeu a resposta: "Michael". Ao chegar na casa do cantor, ele foi levado a um quarto, onde Michael estava deitado em uma cama desacordado.
Ainda segundo a entrevista, após os primeiros socorros, Michael começou a recobrar a consciência e pediu para ir ao banheiro. Neste momento, o médico conversou em particular com o irmão do astro, que revelou que Michael havia tido uma crise de ansiedade após uma entrevista para TV e por isso teria usado morfina.
O médico ainda revela que, após o atendimento, recomendou a família que Michael se internasse em uma clínica de reabilitação, visto que ele tinha uma óbvia dependência química. "Eu queria conversar pessoalmente com Michael sobre os danos que ele estava causando a própria saúde e das minhas reais preocupações com seu bem estar. Mas eu nunca mais tive notícias de nenhum deles."

Até quando estaremos prisionados á este mundo onde há tanta gente nos observando e tentando nos defamar?
Michael viveu em um espaço restrito, onde sempre foi visto como um astro pop que tinha um vidão, vivia ao voyerismo, cantor compulsivo por compras e cirurgias plásticas, um perfeito pedófilo que não aceitava sua própria cor, sentia preconceito e vivia de racismo contra si mesmo.
Dentre essas e outras questoes, passo meu tempo refletindo do quao importante tem sido viver á base do "pecado" alheio e, por conseguinte, o que geramos com essas atitudes superficiais e interesseiras.

Deus nao nos trouxe ao mundo para julgar as outras pessoas, nem ao menos para nos deixar levar pelas aparencias, quem dirá por falar mal dos que descansam em paz.

Que Deus o tome em Seus braços

DTA
And here we go again!!!
Beijos da Samurai

1 Response to "Michael Jackson, o rei do pop e sua lenda"

  1. Realmente o Michael Jackson acabou se tornando um mito em todos os sentidos. Além do talento, seu estilo, gostos, compulsividades, escandalos etc.
    Por falar em escandalos, agora é o que menos lembram... as últimas vezes que vi algo sobre Michael Jackson na TV, foi sobre os 'escandalos' e com sua morte tudo foi esquecido... "coitadinho... ele era tão bom!"
    Um homem preconceituoso com sua própria raça e pedófilo... os piores crimes que podem existir!
    Misericórdia óh Deus, não por ele (que já está morto), mas pelas pessoas que o idolatram e veneram...

    ResponderExcluir

Fique a vontade para comentar e dar sua opinião.
ELA É DE RELEVANTE IMPORTÂNCIA PARA NÓS!

Identifique-se, pois queremos estar sempre em contato direto com nossos leitores!

Obrigado por acompanhar, divulgar e orar pelo blog O Semeador!
Que Deus abençoe sua vida, em nome de Jesus!

Blog Archive

TEXTOS MAIS ACESSADOS