sábado, 4 de julho de 2015

Em meio a ventania

Mateus: 24. 21. Porquanto haverá nessa época grande tribulação, como jamais aconteceu desde o início do mundo até agora, nem nunca mais haverá.

A viagem demorou demais, ele acordou com seu pai chamando para ver a paisagem.
O alto daquele monte tinha um cenário incrível, enxergava-se toda a cidade e trechos de mata que nem conhecia no sentido contrário.
Por fim eles levantaram as pipas, o vento lá era bem mais forte que em sua casa e ele pode soltar sem medo ela até o final do carretel.

Essa semana ouvi uma canção que falava um pouco sobre isso e sabemos que estamos as vésperas.
Tantas notícias ruins que aparecem que nos dão essa certeza, esse vento como nunca houve vai nos levar para mais alto, num ponto onde esse mundo não mais nos verá.
Boa tarde!

Relacionamento é Outra Coisa!

Bom dia galerinha! Hoje cheguei cedo por aqui, palmas pra mim (risos).

Quem ai gosta de beber água? Eu até gosto, mas sou extremamente esquecida. Você também é assim? Então toca aqui, “é nois" (risos).


Enfim, vamos falar de sede! Sim, de sede (risos). Mas não é sede no sentido literal da palavra, óbvio que vocês já devem saber que é a sede por Deus.

“Como a corça anseia por águas correntes, a minha alma anseia por ti, ó Deus. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo. Quando poderei entrar para apresentar-me a Deus?” – Salmos 42.1-2


Vivemos um tempo em que os que se dizem cristãos perderam a fome e a sede por Deus, as pessoas querem apenas as bençãos, mas não querem adorá-lo pelo que Ele é!

O salmista nos versos acima, está ansioso pela presença gloriosa de Deus, tanto é que ele pergunta quando poderá apresentar-se para Deus!

Se continuarmos a leitura deste salmo, veremos que o salmista está triste e nessa profunda tristeza ele busca refúgio no Deus vivo o qual ele servia!

Mas e nós? Em quem ou em que temos buscado refúgio?


A nossa sede tem que ser pela presença de Deus! Nos dias atuais muitas coisas nos atraem. Os dias se tornaram mais corridos e muitos de nós não separamos sequer 5 minutos para falar com Aquele que nos deu a vida e tudo o que temos.

É assim que dizemos conhecê-lo?

Muitas vezes cantamos que queremos estar mais perto de Deus, queremos avivamento (palavra muito usada pelos cristãos atualmente)... mas não nos esforçamos para ter um relacionamento com Ele!

Relacionamento com Deus não é ir aos cultos, reuniões, célula... relacionamento é intimidade, é conhecer a pessoa com quem você está se relacionando! Mas as pessoas parecem que ainda não compreenderam isso!

Não basta dizer que é crente! Temos que sair do nível raso, o mundo clama por Deus e nós estamos dormindo. A igreja precisa acordar, os sinais da vinda de Cristo estão cada vez mais evidentes e ainda tem crente brincando de ser crente!


Sem ter relacionamento íntimo e sincero com o Pai não vamos conseguir ir muito longe! Não podemos nos conformar nunca! Temos que buscar mais e mais dessa presença gloriosa, quanto mais buscamos mais sede temos. Se você ainda não sabe o que é isso, experimente ter uma relação mais íntima com Deus e você vai saber!

Quero te fazer um desafio: Separe 5 minutos do seu dia essa semana e ore! Basta 5 minutos longe de tudo, se desconecte das redes sociais e fale somente com Deus. Você vai ver como os seus dias se tornarão mais leves!

“Busquem o Senhor enquanto é possível achá-lo; clamem por ele enquanto está perto.” – Isaías 55.6

Que Deus te abençoe e até sábado! 

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Ele veio para salvar!



João - 3.17: Portanto, Deus enviou o seu Filho ao mundo não para condenar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por meio dele.

Naquela obra ele era visto como vilão, geralmente os técnicos de segurança são vistos assim.
Mas toda sua preocupação se mostrou válida, uma atividade de rotina, mas dá forma errada quase custou a mão de um funcionário, depois disso eles virão o quão sério era zelar pela vida, mesmo atrasando o trabalho para estar com segurança.

Uma vida de facilidades e escolhas óbvias, não, não foi isso que Deus deixou para gente.
Mas é tudo por um propósito, Ele quer que sua vida seja eterna.
A escolha cabe a você, o Caminho foi apontado, a decisão em seguir ou não é sua

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Frutificando




Gálatas: 5. 22. Entretanto, o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade,  23. mansidão e domínio próprio. Contra essas virtudes não há Lei.

Ir para o supermercado com os filhos é um desafio, comprar o essencial e mais alguns supérfluos sem sair do orçamento.
E uma discussão se iniciou a frente da geladeira, qual sorvete levar "morango!" "chocolate!" e cada um dizia seu gosto mais forte.
Para acabar com isso o pai pega um pote Napolitano "pronto temos os dois e ainda por cima mais um sabor"

A palavra nos diz que há um fruto do Espírito e em seguida da uma série de características.
Alguns de nós devido a nossa personalidade temos um ou outro mais ativo, mas o Senhor deixa um fruto com várias delas disponíveis para nos completar e aprimorar, e aí já desenvolveu esse fruto?

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Esperança firme



Hebreus: 6. 19. Essa esperança é para nós como âncora da alma, firme e segura, a qual tem pleno acesso ao santuário interior, por trás do véu,

O sol nascendo quadrado, uma expressão que sempre ouviu, mas jamais esperava vivenciar.
O policial o chama e ele se vai para a sala de visitas cabisbaixo, um advogado o esperava.
"Anime se, encontrei as provas necessárias você estará livre em breve"
Essa frase curta o deixou anestesiado e levou um tempo para aterrisar novamente.

Dias nublados, sem esperança todos temos, mas e quando eles se prolongam para mais do que imaginamos?
Assim como os marinheiros que lançam confiantemente suas âncoras em águas profundas sabendo que terão um local firme para se apoiar ou na nossa parábola um advogado bom, confie naquEle que traz a firmeza necessária e a liberdade desejada

terça-feira, 30 de junho de 2015

Hoje, o seu presente!



Hebreus: 3. 12. Irmãos, tende muito cuidado, para que nenhum de vós mantenha um coração perverso e incrédulo, que se afaste do Deus vivo.  13. Pelo contrário, exortai-vos mutuamente todos os dias, durante o tempo que se chama “hoje”, de maneira que nenhum de vós seja embrutecido pelo engano do pecado.

Uma herança de família, passada de geração em geração com extremo zelo e tudo isso agora não passava de cacos espalhados pela sala.
Uma brincadeira fora de hora(embora sua mãe o tenha alertado várias vezes).
Agora era um misto de frustração e preparação para uma conversa com seu pai.

Este é o dia que  Ele nos deu, o presente!
Um presente que recebemos como uma herança de todos que nos antecederam.
Como tem cuidado dessa responsabilidade? Faça a diferença num mundo de pessoas tão iguais.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Mais Jesus!


1 Coríntios: 13. 1. E agora, passo a vos mostrar um caminho ainda muito mais excelente. Ainda que eu fale as línguas dos seres humanos e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.

Som muito alto, carro super esportivo e do ano, tudo pronto para chamar atenção onde passasse, certo?
Não foi assim com ele, apesar de tudo que podia ter para arrasar, esqueceu do principal, gasolina!
Ele teve que se contentar com a esquina do bairro

Muitas pessoas cheias de si e vazias de Deus, num mundo assim vá além das expectativas, que suas atitudes possam revelar o amor que o mundo precisa.
Há uma frase de efeito que circula nas redes sociais "mais amor
por favor" mas te digo muito mais que só amor, mas sim O Amor em todos seus momentos " mais Jesus, por favor"

"O eterno" X "o agora"

E Jacó deu pão a Esaú e o guisado de lentilhas; e ele comeu, e bebeu, e levantou-se, e saiu. Assim desprezou Esaú a sua primogenitura. Gênesis 25:34


Paz meus manos e minhas manas! Ótima semana pra gente!

Naquele momento, o prato de lentilhas era tudo que Esaú queria. Aquilo agradou o estômago, o corpo, os olhos. Um dia todo caçando, exausto, cansado, com muita fome, sentindo necessidade daquilo. Ele devia estar desesperado, de repente ali na frente, simples assim, fácil, tudo que ele queria, adivinha, ele não suportou, não conseguiu dizer não, certamente nem se lembrou da herança, do eterno, “naquele momento só cabia aquele momento”.

O diabo é astuto, é esperto. Nosso inimigo é milenar e ele nos conhece muito bem, ele sabe quando estamos desesperados por um “prato de lentilhas”, ele sabe quando “a coisa aperta”. Até mesmo com Jesus, ele soube esperar o momento certo de tenta-lo no deserto. A carne é fraca sim, e o diabo sabe disso, e é exatamente por isso que PRECISAMOS manter nosso espírito forte, alimentado.

Volta e meia o diabo vai nos apresentar uma refeição, isso quando nós mesmos não buscarmos. Pode ser sexo, drogas, relacionamentos ou qualquer outra coisa. Pode ser de um namoro ou algum relacionamento com julgo desigual a uma mentirinha “inofensiva” que vai nos ajudar a ganhar dinheiro na empresa. Vamos abrir nossos olhos de uma vez, o prato de lentilhas oferecido pelo diabo não serve pra nada a não ser nos tirar do centro das vontades de Deus. Ele tem bênçãos pra nós, acima de tudo a salvação, maior benção que Ele pode nos dar. Somos de Deus da mesma forma como Esaú era de seu pai, herdeiros das promessas do nosso Pai do céu, e tantas vezes arriscamos jogar tudo fora por um prazer de momento, por algo que vai nos satisfazer sim, vai ser gostoso sim, mas ao final é caminho que leva a morte, a perder tudo que Deus já tem preparado pra nós como seus filhos, seus herdeiros.

Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia. – 1Coríntios 10:12. As armadilhas, as pedras no caminho, as maldições travestidas de bênçãos, muitas vezes aparecerão quando nós, por arrogância, julgarmos estar em pé, firmes. Se nós não estamos suportando as tentações e não conseguimos ficar longe do pecado, o problema pode não estar na tentação, mas na nossa indecisão. Se não houver um querer no nosso interior, um desejo ardente de se ver livre dos maus pensamentos, desejos malignos e concupiscências da carne, certamente o diabo vai conseguir o que deseja: Jogar-nos no chão.

A luta que estamos enfrentando talvez não seja uma provação, mas uma consequência da nossa falta de temor, da nossa indecisão e das nossas ações. Somente uma mudança radical de atitude, fará com que o problema seja vencido.

Nós temos as armas, em Deus, pra suportar toda e qualquer tentação, basta que usemos. Nós podemos lutar e nosso espírito pode e deve prevalecer sobre a carne, mas isso depende de nós, depende de qual dos dois alimentamos, depende de nossos olhares, de nossos pensamentos, que certamente vão se tornar atitudes, de nossos ouvidos que muitas vezes estão abertos a todo tipo de “sujeira”. Vai aqui mais um conselho: Homens, cuidado com os olhos, vigiem, mulheres, cuidado com os ouvidos, vigiem. Cuidado nunca é demais. Enfim, fiquemos atentos por que se o seu prato de lentilhas ainda não apareceu, ele vai aparecer, isso é fato, ninguém vai passar por essa vida sem lutas, sem guerra, sem tentações, então prepare - se para elas. 

Nós temos o maior de todos os motivos para não cair, somos mais que vencedores em Cristo Jesus, somos herdeiros do Pai todo poderoso, mas cuidado, por uma bobeira, por um prato de refeição, por um prazer de momento, a gente acaba colocando tudo a perder, nossa vida, nossa alegria, nossa paz, nossa ETERNIDADE.

"Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar". (1Co 10.13)


Vinicius Aguiar

domingo, 28 de junho de 2015

Cuidado! A Soberba Te Faz Comer Capim!

Oi galera, tudo massa com vocês? Espero que sim!

Dei outra sumidinha semana passada, mas estou de volta e hoje vou falar sobre “gente que se acha” (risos).


“No entanto, quando o seu coração se tornou arrogante e endurecido por causa do orgulho, ele foi deposto de seu trono real e despojado da sua glória.
Foi expulso do meio dos homens e sua mente ficou como a de um animal; passou a viver com os jumentos selvagens e a comer capim como os bois; e o seu corpo se molhava com o orvalho do céu, até reconhecer que o Deus Altíssimo domina sobre os reinos dos homens e coloca no poder a quem ele quer.” - Daniel 5.20-21


Os versículos acima, falam de um rei chamado Nabucodonosor. Ele foi um rei que Deus deu soberania, grandeza, glória e majestade... sim, Deus deu!

Nabucodonosor podia fazer tudo que ele queria, matar, poupar, promover, humilhar... e isso fez com que o seu coração se corrompesse, deixando de reconhecer que Deus é o Rei dos reis e Senhor dos senhores! E o fim dele está descrito nestes versículos, ele ficou com mente de animal comendo capim como os bois, ou seja, o grande rei da Babilônia se tornou um louco!

Somente em ler a história, não precisamos dizer mais nada! Mas, vamos pensar um pouquinho.


Vivemos em um tempo o qual as pessoas valorizam muito o conhecimento. Fazer faculdade, ser intelectual é primordial neste século! E não é diferente no meio cristão, as pessoas buscam cada vez mais conhecimento, se tornam teólogos cheios de argumentos...

Mas muitas delas, apesar de todo o conhecimento que tem, não são cristãs de fato! Elas acham que são, mas não são! Não estou aqui querendo dizer que não podemos ter um conhecimento a mais sobre as Escrituras Sagradas, pelo contrário, isso é de extrema importância. Porém o que acontece, é que algumas pessoas quando obtém um conhecimento a mais que as outras, se tornam arrogantes, prepotentes, soberbas e não praticam nada do que sabem e falam!


Em Tiago 3.13 diz: “Quem é sábio e tem entendimento entre vocês? Que o demonstre por seu bom procedimento, mediante obras praticadas com a humildade que provém da sabedoria.”

É importante ter conhecimento? Sim, muito! Desde que este conhecimento venha com prática e humildade! Nabucodonosor teve o fim que teve por causa da soberba, orgulho... ele se achava, por isso que passou por tamanha humilhação!

Entenda que por mais que você conheça a Bíblia, sempre terá algo que você ainda precisa aprender. Nós somos eternos aprendizes, não podemos esquecer disso! Beleza?




Que Deus te abençoe e até a próxima!


sábado, 27 de junho de 2015

Jesus! O que queres que eu te faça?





Oiii gente, tudo bom?

No decorrer destes dias temos orado pela igreja morna, e para que Deus avive as igrejas e nos desperte para a sua vinda. Então eis minha pergunta: Você já experimentou perguntar a Jesus o que ele precisa que você faça para Ele? Como ele quer que você conduza a sua vida?
Essa pregação vai bem de encontro a isso.
Espero que Deus fale ao seu coração como falou ao meu!

Graça e Paz

Gabrielle P.

Somos Afiliados



Vale o clique

Léo Brandão
Undertlight