sábado, 25 de abril de 2015

Renuncia - Independencia


Então lhe disse: Se tu mesmo não fores conosco, não nos faças subir daqui. Êxodo 33:15

Do alto de seus 13 anos, onde muitos adolescentes se consideram adultos, ela ainda ia para escola acompanhada da mãe.
Lógico que por isso constantemente era alvo de gozacoes, mas ela não importava, até que um dia contou o motivo. 
Eu tinha poucas chances de viver, para isso as chances de minha mãe morrer eram enormes, ela lutou por mim, precisou de um longo tempo de recuperação, estar perto dela me da segurança, não importa minha idade.
Um povo que era preso, com a chance de ir para uma terra prometida, um caminho colocado a frente e instruções do que fazer.
Poderia estar falando do povo que vinha com Moisés, mas posso falar também de nós, em ambos os casos, a segurança de andar com Ele nao se troca, Ele deu seu melhor por isso, renuncie a independência.

Tentação: Você é o Culpado!

Oi galerinha abençoada, me chamo Karla e estarei a partir de hoje todos os sábados postando uma reflexão para vocês. Espero que eu sirva de benção para a vida de cada um e desde já agradeço a Deus e ao Eli (Eliezer, adm do blog) pela oportunidade de fazer parte da equipe O Semeador! Então chega de conversa e vamos lá =D

Texto base: “Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele lhes providenciará um escape, para que o possam suportar.” - 1 Coríntios 10:13



     No texto de 1 Coríntios em questão, está bem claro que a tentação é humana, ou seja, nós temos o poder de escolha: Ceder ou fugir. Mas porque será que muitas vezes cedemos à tentação, já que a vontade de Deus é que nós permaneçamos firmes? Será que é porque “a carne é fraca”?
Por incrível que pareça o cristão cede a tentação porque quer!

Han? Como assim?


No texto diz: “... Deus é fiel, ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que possam suportar...”.
O que esse trecho me diz?

    Se nós não somos tentados além do que suportamos, então de fato pecamos porque queremos! Às vezes a gente dá uma desculpa dizendo que a carne é fraca, que não deu para resistir... Porém a Bíblia diz que tudo isso são desculpas esfarrapadas!
Onde é que a Bíblia diz isso? 

     No próprio texto diz: “... Mas, quando forem tentados, ele mesmo lhes providenciará um escape, para que possam suportar.”.
     Em outras palavras... Muitas vezes o pecado nos chama e nós ficamos balançados, é nessa hora que Deus entra em ação dando o escape, porém nós ignoramos e fingimos que não estamos ouvindo Deus falando “Filho(a) vá por aqui”, “Filho(a) saia daí”, “Filho(a) vá fazer outra coisa”, etc.


Concluo repetindo o que já afirmei: Pecamos porque queremos.

"Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca".  Mateus 26:41


Karla Waléria


O verdadeiro Amor

LUCAS 15. 17 - 24

   17. Caindo em si, ele disse: “Quantos empregados de meu pai têm comida de sobra, e eu aqui, morrendo de fome!
   18. Eu me porei a caminho e voltarei para meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra ti.
   19. Não sou mais digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados”.
   20. A seguir, levantou-se e foi para seu pai. Estando ainda longe, seu pai o viu e, cheio de compaixão, correu para seu filho, e o abraçou e beijou.
   21. O filho lhe disse: “Pai, pequei contra o céu e contra ti. Não sou mais digno de ser chamado teu filho"
   22. Mas o pai disse aos seus servos: “Depressa! Tragam a melhor roupa e vistam nele. Coloquem um anel em seu dedo e calçados em seus pés.
   23. Tragam o novilho gordo e matem-no. Vamos fazer uma festa e alegrar-nos.
   24. Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado”. E começaram a festejar o seu regresso.

Paz!

Esses dias escutei esse hino, e fiquei com ele na cabeça o resto da semana toda, então fui me aprofundar mais na letra, e acabei percebendo e entendendo coisas lindas!
Quero te fazer uma pergunta!
Você já conheceu o Verdadeiro amor? O amor que vem do céu, não digo paixões, quero dizer amor mesmo, aquele que te traz calma, euforia, felicidade, paz, tudo ao mesmo tempo?
Aquele que você sente todos os dias, você não o vê, mas sabe que está ali!
Então, esse amor que digo, é o amor de Deus, que é infinito, quem já sentiu desse amor não consegue mais viver sem, porém, existem pessoas que acabam se esquecendo disso, acabam se afastando desse amor e indo em busca do que parece certo (nos seus olhos), muitas vezes essas coisas que nos chamam atenção são coisas do mundo, ou seja, festa, bebidas, garotos (as), desejos carnais, mas quando isso passa, fica um vazio, um vazio que NADA, nem NINGUÉM é capaz de preencher a não ser o nosso Deus, por isso te digo, se você se afastou da presença Dele, se sente o mais pecador de todos, o menos digno de ter esse eterno amor, esqueça tudo isso e volta pra Ele, Ele está te esperando de braços abertos para te perdoar, dar-lhe novas vestimentas, fazer tudo novo, Ele tem o melhor para ti! 
Enfim, se você já provou do aconchego da casa do Pai, não irá conseguir viver em outro lugar. 
O QUE VOCÊ ESTÁ ESPERANDO?!







sexta-feira, 24 de abril de 2015

Renuncias - Si mesmo



Filipenses: 2. 7. mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens;
Era o primeiro dia naquela empresa e o desespero era grande, ao passar pela porta principal acabou deixando cair alguns documentos e foi ajudado por um senhor que passava no momento que ainda o ajudou carregando até que entraram na sala.
No momento da apresentação do time gestor, aquele senhor se apresentou como diretor.
Ele não sabia onde enfiar a cara, ao final falou com ele e se desculpou pelo fato.
"Meu jovem, eu apenas lhe fiz uma gentileza, aqui é costume estar pronto em ajudar"
Fomos inseridos dentro de um plano de salvação, não teríamos esse direito mas Ele nos deu.
Ficou como nós, deixando sua majestade de lado.
Mas, o quanto cedemos para que sejamos aquilo que Ele espera, por alguém que fez tanto por você?

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Pão de Queijo de liquidificador


Ingredientes

  • 3 xícaras (chá) de polvilho doce
  • 100g de queijo ralado
  • 3 ovos
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • sal a gosto

Modo de preparo

  1.     Bata tudo no liquidificador e ponha em forminhas untadas com óleo
  2.     Leve para assar

Confesse seus pecados


I João 1. 9 - Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. 

"Amarre esse tênis", era uma das coisas que a mãe mais falava, mas ele não ouvia ou simplesmente jogava as pontas para dentro (o que funcionava por pouco tempo), até que algo aconteceu.

Saída da escola, ruas lotadas de alunos entrando e saindo num dia chuvoso, e ele tropeçou no seu cadarço; ao levantar não sabia nem como agir. Suas roupas estavam imundas.

Sem distinção, todos pecam diariamente, e o propósito é o mesmo: nos separar de Deus.
Mas Ele tem uma solução: contar para Ele.
Não tente esconder tudo; logo tudo fica à mostra e a vergonha pode ser maior. Se você cair e sujar sua roupa, Ele te levanta e te dá roupas novas.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Vacinas para alma





Hebreus 12. 11 - Na verdade, nenhuma correção parece no momento ser motivo de gozo, porém de tristeza; mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos que por ele têm sido exercitados. 

Nenhuma criança gosta de vacinas, por isso ele estava extremamente bravo, sua vontade era de ficar na sua avó ao invés de viajar com seus pais.
Bom, mas a viagem valia a pena, a Amazônia é exuberante; e ao mesmo tempo que ficava triste, estava aliviado, várias crianças choravam nos ombros dos pais por doenças, ele não.

Num momento de dor, a resposta natural é reclamar; mas Deus tem um propósito e se Ele está trabalhando é porque você  irá valer muito a pena.
As pequenas injeções sofridas farão você ter forças contra as doenças deste século.

terça-feira, 21 de abril de 2015

Uma prosa com música.

Olá, galera! Terça-feira, 21\04\2015 e eu novamente ressurgindo aqui no blog.
Para aqueles que não me conhecem, faço questão de me apresentar: me chamo Débora Vieira, uma pessoa totalmente aprendiz do agir de Deus.
Sem mais delongas, eu fiquei responsável em estar compartilhando com vocês sobre música; aqui nós dialogaremos sobre letras, sobre louvores que mais tem destacado nesta geração.

Entretanto quero reservar este dia para falar o quão fundamental é a música para o reino de Deus.

A música é uma ferramenta de inspiração Divina com propósito de alcançar vidas, neste momento fico a pensar quantos através desta ferramenta poderosa foram chamados para a transformação, quebrantamento e reavivamento?
Dentro das Sagradas Escrituras podemos destacar um exemplo vivo de como Deus age através da música. Te convido para que nesse momento abra a sua Bíblia no livro de I Samuel 16.23:
"E sucedia que, quando o espírito mau, da parte de Deus, vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa e a tocava com a sua mão; então, Saul sentia alívio e se achava melhor, e o espírito mau se retirava dele." 
Consegue perceber através deste versículo o fundamento da música ? O fato era que o espírito mau estava sobre a vida de Saul, avisaram sobre a existência de Davi e o chamaram para tocar pro rei Saul; ao tocar a harpa, o espírito mau ia deixando Saul.

Aqui eu aprendo que o instrumento pode ser de boa aparência e emitir um perfeito som, mas sem a presença do Senhor ela não tem o poder de quebrantar, alegrar, abençoar...  
Sabe como chego esta conclusão?
Voltando nos versículos anteriores (19), em que dizia que o Senhor era com ele ( Davi ), logo percebo que não foi apenas o instrumento, mas a presença do Senhor na vida de Davi e assim o trabalho foi eficaz.

Queridos leitores, do que nos é válido "musicas de belas melodias e de almas vazias?", reflita sobre estas questões aqui apresentadas.
Bom... eu espero ter expressado através desta escrita um pouco da importância da música para o reino de Deus; lhe convido a pôr um louvor e escutar como nunca o fez antes. Preste atenção na letra, na melodia, deixe Deus através do louvor acalmar teu coração!

Que a paz do nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vocês. Amém!

Em meio as pressões


Filipenses: 4. 8. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.

Ele era daqueles tipos de garotos incontroláveis, que a vontade de bagunçar, levar vantagem ia além das boas intenções, por isso seus amigos reservaram uma surpresa.
Seu aniversário chegou, muitos amigos e uma tradição antiga presente, para alguns bexigão, para outros piñata.

O importante era os doces e brinquedos e ele quis ser o primeiro a bater para ficar na vantagem.
Ao arrebentar doces, brinquedos? Sim cairam também, mas uma nuvem de farinha voou, sua vantagem virou motivo de piada coberto de farinha.

Um cristão, para muitos parece um prato cheio para a provocação, quantos de nós fomos pressionados por nossas escolhas e renúncias?
Mas e o pós? Do que estamos cheios? Quando alguém nos aperta e revela o interior o que colocamos para fora?

domingo, 19 de abril de 2015

Aleluia (Hallelujah) - Gabriela Rocha

Paz, gente!

Meu nome é Débora Ester e a partir de hoje estarei cooperando aqui no blog, na coluna Solta o Som e Adora.

Ouviremos alguns belos hinos e como o título da coluna propõe, você pode soltar o som e adorar a Deus... Ele merece!

O hino que escolhi para hoje é Aleluia, da Gabriela Rocha. Tenho certeza que Deus falará com você através desse louvor.

sábado, 18 de abril de 2015

AS AVENTURAS DE ARTHUR # Posso entrar?





Os cinemas da cidade estavam lotados.
Por meses, todos aguardavam a estreia do filme que naquela noite entraria em cartaz; a previsão é que bateria todos os recordes de bilheteria.

Assim, como toda a população da cidade, Arthur estava ansioso por aquele filme. Por horas imaginava como seria o enredo, seus personagens e que final feliz teria.
E naquela noite ele e seus primos, todos um pouco mais velhos, não perderiam por nada aquele filme.

Mas havia um pequeno problema a ser levado em conta: a classificação etária.

Por ser um filme de ação e algumas cenas poderiam ser fortes ou explosivas demais, meninos da idade de Arthur não poderiam assisti-lo; os primos entrariam normalmente, mas Arthur não.
Porém isso não o fez desanimar, pelo contrário, o menino colocou um boné na cabeça afim de parecer um pouquinho mais velho e caminhou com seus primos até o cinema. Ele tinha certeza que com aquelas roupas, pareceria mais velho e entraria normalmente.

Ao chegar e ver a fila gigantesca para assistir a sessão, Arthur tremeu. Conseguiria ele parecer um menino mais velho ou ele perderia a chance de ver aquele tão aguardado filme?
Após intermináveis dez minutos de espera na fila, Arthur e seus primos chegam ao guichê. O rapazes mais velhos facilmente compram seus ingressos, mas ao olhar para Arthur, a atendente se espanta.

Pergunta pela idade do garoto, pois embora estava  parecendo um mocinho, notoriamente se tratava de um menino.
Arthur então confessa sua verdadeira idade, mas pede para que ela o permita assistir ao tão esperado filme.

A atendente sorri... e olhando com uma ternura um tanto materna para o menino, diz que com aquelas roupas, Arthur estava parecendo com o seu filho. A atendente não somente permitiu a entrada de Arthur, mas também pagou o seu ingresso, sua pipoca e seu refrigerante.

Arthur então sorri constrangido por tamanha bondade e adentra a sala de cinema para assistir o grande sucesso de bilheteria que tanto almejava ver.


"Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus." (Romanos 5:1-2)


Algo bem parecido aconteceu conosco e poucos se dão conta disso.

A graça de Deus por intermédio de Cristo Jesus e de Sua morte redentora, era algo que todos esperávamos; não tínhamos o direito de acesso a esta graça, mas acreditando no sacrifício de Jesus somos justificados pela fé.

Justificação é o ato pelo qual Deus declara justa a pessoa que se chega a Ele através da pessoa de Jesus Cristo. Ele cancela a dívida do pecado em nossas vidas e em seu lugar lança nelas a justiça de Cristo.

Para melhor entendermos... Quando somos justificados pela fé em Cristo, quando Deus olha para nós, não vê nossas fraquezas, nossos pecados, nossas limitações; mas Ele nos vê revestidos da justiça de Seu Filho e por isso a porta da graça se abre para nós e recebemos livre acesso diante do Pai.

A graça de Deus é a fonte da justificação, o sangue de Jesus é a sua base e a fé é a condição para recepção.

Mas nos que deve realmente estar baseada a nossa fé, da qual depende a nossa justificação?


  • Aceitarmos Jesus como Salvador
  • Crermos que Deus enviou Jesus Cristo para morrer em nosso lugar, a fim de nos salvar
  • Crermos que Deus ressuscitou Jesus para nos dar nova vida.


Mesmo nós não tendo o direito, quando nos revestimos da Justiça de Cristo, temos acesso até o Trono do Pai. O que precisamos fazer? Crer! Apenas isso!

A justificação e todas as bênçãos derivadas dela são concedidas através da fé; por isso, Deus deve ser o único alvo da nossa fé.

Sabendo que quando somos salvos pela fé, as boas obras comprovam essa salvação. Não somos salvos porque praticamos boas obras, mas praticamos boas obras porque somos salvos.

No amor de Deus, que para sermos a imagem de Cristo, nos predestinou, chamou, justificou e glorificou

Eliézer Sejač Rodrigues
 



segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

09/02 - Ser diferente

1 Samuel: 1. 7. E assim sucedia de ano em ano que, ao subirem à casa do Senhor, Penina provocava a Ana; pelo que esta chorava e não comia.

Ela não aguentava mais, constantemente chorava escondida. Estava fora dos padrões, era gordinha, não andava cheia de amigos e para completar até sua mãe a zombava. ( Baseada em fatos)

Manter se talvez seja o maior desafio cristão, mudanças temporárias não geram muita estranheza ( a moda muda a todo instante).
Agora andar fora do padrão da época é difícil, escolheu esperar? perdoa quem te maltrata? não bebe?
Lembre, a condição de Ana fez ela gerar alguém que mudou sua geração.

Somos Afiliados



Vale o clique

Léo Brandão
Undertlight